dulcineia-pires1621975860 Dulcineia Pires

Conta a história de um cavalo branco selvagem que sonha saber como é ter um dono.


Short Story All public.

#]
Short tale
0
2.1k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

A lenda da montanha 🗻

Á muito tempo atrás, numa montanha viviam vários cavalos selvagens que viviam em harmonia com outros animais.

Um dos cavalos tinha o sonho de poder ter um dono para poder cavalgar e ter um nome que pudesse ser chamado, além que ele era diferente de todos os cavalos selvagens, ele achava chato e aborrecido andar pelo vale na pastagem ou a correr com os outros cavalos, para ele não tinha muita alegria.

Um dia ele decidiu sair da montanha, antes falou com o mocho, o animal mais sábio da montanha, até o sábio disse que era muita loucura ele sair de um sítio onde ele pudesse fazer o que quiser, quando ele foi falar com os cavalos selvagens todos eles não entenderam a ideia, nem o apoiaram, mesmo assim decido ele saio da montanha.

Depois de vários quilómetros, com fome e sede encontrou uma vila, bem diferente do que ele está acostumado, cheio de gente, barulhento, mas ele estava feliz, viu cenouras numa bancada onde se encontravam mais coisas, era uma pequena mercearia, ele como estava faminto decidiu tirar e comer, o dono pegou numa vassoura e lhe deu com ela, doeu muito, ele ficou triste e magoado, mesmo assim sem entender ainda o funcionamento das coisas por ali, ele ficou, já estava abituado á chuva e frio, já que a sua montanha era fria, então ficar por ali até encontrar o seu dono não era nada.

Durante 5 dias ele sofreu muito, ali não tem pastagem para comer, nem riachos para poder beber água, e os cães da vila lhe mordiam por ele estar no território deles, ele chorou muito, estava a ser uma jornada difícil. Até que um rapaz novo viu ele, um cavalo branco e lindo, sendo único por ali na vila, ele lhe deu comida e bebida, claro que o cavalo lhe seguiu, pensou finalmente um dono, lhe lembendo de felicidade, o rapaz lhe deu o nome de Pegasus.

O rapaz levou o Pegasus para uma fazenda onde tinha mais cavalos, assim também não se sentia tão sozinho, ele sentia saudades da sua linda montanha, até dos animais. O Pegasus se adaptou rápido á vida da fazenda, até aprendeu a saltar coisas, era muito feliz.

O seu dono de vez em quando o montava e cavalgava com ele, escovava o seu pelo e lhe dava banho, Pegasus amava ser amado pelo seu dono, além que ele tinha companhia de outros cavalos. Pegasus ganhava cenouras as vezes, ficava muito feliz.

Um dia Pegasus sonhou com um índio lhe dizendo: Pegasus na montanha precisam de ti, toma esta pedra e leva ajudando os animais. Pegasus não ligou ao sonho já que era apenas um sonho, mas ficou pensativo durante os dias que se passaram. Tornou a sonhar várias vezes o mesmo sonho, sem ligar. Até o dia que Pegasus sonhou de novo e quando acordou tinha a pedra que tinha sonhado ao seu lado, era uma pedra normal branca, mas igual ao sonho. Apesar de amar a sua vida na aldeia, Pegasus decidiu ir á montanha visitar os seu amigos, ver se estava tudo bem.

Levou dias a encontrar, mas conseguiu, assim que chegou tudo estava normal, todos os animais que ele conhecia, na verdade estava tudo igual, Pegasus decidiu correr livremente pela montanha, ele jogou a pedra branca no sítio onde sonhava sempre que era no ponto da montanha alta, a montanha não era muito alta então não custou muito, de cima ele conseguiu ver tudo, o riacho. Pegasus começou a perceber que todos os animais queriam saber sobre sua aventura, então se juntaram e ele contou tudo, estava feliz por poder partilhar o seu desejo concretizado.

Após dias com saudades agora do seu dono e sem entender o que era preciso fazer para ajudar os animais, começou a falar e perceber que cada um tinha o seu sonho, decidido a ajudar nisso, começou a ajudar um a um.

A montanha começou a ficar mais alta e alta a cada sonho concretizado, no fim ele até ajudou o mocho o mais sábio da montanha, o mocho queria ser professor e ensinar o que sabia. Pegasus estava tão feliz e alegre, que ele foi até ao cimo da montanha, lá ele ganhou umas asas, Pegasus era diferente de todos os cavalos selvagens, ele descobriu isso lutando por fazer o que sonhava e ajudando os amigos a fazer o mesmo.

Hoje essa montanha é conhecida mundialmente como a maior montanha o Monte Everest, todos querem a escalar, poucos conseguem porque o segredo é desejar subir. Pegasus viveu feliz ao lado do dono, de vez em quando visitava os seu amigos, levando o dono lá, os outros cavalos selvagens que seguiram os sonhos ficaram como ele com asas para puder voar os que não ganharam coragem, bem ficaram só cavalos.

A grande montanha do Everest ainda hoje é visitada por milhões de pessoas.

Fim...

Jan. 10, 2022, 11:48 p.m. 0 Report Embed Follow story
0
The End

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~