mikro_kosmoz Cris Santos

Para todos os efeitos, ter um híbrido como familiar era uma tarefa árdua até mesmo para um feiticeiro. Mas Seokjin estava longe de reclamar. Dois anos atrás, durante um acampamento com seus parentes na Austrália, Jin deparou-se com um filhote de coala preso entre galhos de uma árvore e foi rápido em correr para seu auxílio. O pequeno animal, que teve seus planos de dormir frustrados graças à uma forte ventania, parecia amedrontado e receoso quanto sentiu seu corpo ser agarrado por dedos longos e pouco hábeis para se manusear um filhote, mas sentiu-se grato por ter sido salvo de qualquer maneira. O bruxo tomou o pequeno animal em seus braços e sentiu imediatamente a magia nas veias do animal. - Um híbrido - deduziu ele com um sorriso que o pequeno coala retribuiu como se concordasse. Ou Onde Seokjin, um jornalista e feiticeiro adota Namjoon, um hibrido de coala com problemas de tranformação. Namjin!centric jikook!side // sope!side [+18 // shortfic ]


Fanfiction For over 18 only.

#namjin #kimnamjoon #rm #kimseokjin #jin #bts #jikook #sope #taegi #taeyoonseok #namuéumcoala
5
2.0k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Um

Ok ok, eu prometi que seria uma One-Shot mas eu não consegui pq sou emocionado e acabei fazendo uma short-fic.

Não se preocupem, eu tentarei terminar até hoje à noite.


<—>


Para todos os efeitos, ter um híbrido como familiar era uma tarefa árdua até mesmo para um feiticeiro.

Mas Seokjin estava longe de reclamar.

Dois anos atrás, durante um acampamento com seus parentes na Austrália, Jin deparou-se com um filhote de coala preso entre galhos de uma árvore e foi rápido em correr para seu auxílio.

O pequeno animal, que teve seus planos de dormir frustrados graças à uma forte ventania, parecia amedrontado e receoso quanto sentiu seu corpo ser agarrado por dedos longos e pouco hábeis para se manusear um filhote, mas sentiu-se grato por ter sido salvo de qualquer maneira.

O bruxo tomou o pequeno animal em seus braços e sentiu imediatamente a magia nas veias do animal.

— Um híbrido — deduziu ele com um sorriso que o pequeno coala retribuiu como se concordasse.

Seokjin o levou para casa naquela noite, decidindo que ter um familiar de estimação — mesmo que um exótico — poderia ser bom para espantar o tédio e a solidão que já haviam tornado-se habituais no pequeno apartamento no qual ele residia em Seul.

Depois de alguns meses, o animal que ele apelidou de Namjoon já não era mais tão pequeno, mas havia se acomodado perfeitamente ao novo estilo de vida.

Assim como no coração de seu dono.

Vendo que o híbrido precisaria de mais contato com a natureza do que ele poderia prover em seu apartamento o bruxo decidiu mudar-se para uma casa mais longe da movimentação da cidade e próxima de uma área verde onde levava Namjoon sempre que possível para que ele desfrutasse da companhia de suas amadas árvores ou até mesmo de outros híbridos.

Como havia sido o caso de um pequeno coelho chamado Jungkook, que pareceu fascinado ao se encontrar com o coala pela primeira vez.

Park Jimin, seu dono, que também era um veterinário especializado em criaturas mágicas, adotou o coelho quando o encontrou escondido entre os arbustos de sua casa e desde que conhecera Seokjin tornaram-se amigos próximos, compartilhando experiências mágicas e científicas sobre suas rotinas com os híbridos.

Uma tarde, quando os quatro haviam mais uma vez se encontrado no parque local, o jornalista e o veterinário encontravam-se sentados num banco, observando seus familiares brincando juntos na grama quando o assunto sobre a transformação eventualmente apareceu, deixando o Seokjin receoso.

Namjoon até então não havia dado nenhum sinal sobre seu lado humano e Jin questionava-se diariamente sobre os motivos, chegando até mesmo a pensar que talvez ele estivesse sendo um péssimo cuidador.

— Todos têm um tempo diferente, Jin — explicou o ruivo. — Namjoon eventualmente irá conseguir se transformar e em poucos dias você já estará exausto de tanto ouví-lo falar.

O moreno riu sem graça.

— Jungkook é assim? Tagarela?

— Pfff... desde que aquele encrenqueiro se transformou pela primeira vez eu soube que havia me metido em confusão. Acredita que semana passada ele decidiu que seria uma boa ideia fazer parkour em cima das minhas panelas?

Seokjin gargalhou alto ao escutar aquilo. A imagem da pequena bolinha felpuda se aventurando ao pular entre os potes sendo cômica demais para que ele se contivesse.

— Em sua forma humana, Jungkook é mais alto e forte que eu, mas gosta de agir como uma criança só pra me irritar.

Jin sorriu de canto, observando o pequeno coelho ser agarrado e apertado entre os braços fortes de seu coala quando uma dúvida surgiu em sua cabeça.

— Agora que me disse isso, não me recordo de já ter visto Jungkook em sua forma humana.

O veterinário franziu o cenho, lembrando-se que seu familiar sempre vinha ao parque em sua forma de coelho para poder brincar com o Namjoon hyung.

Jimin então enfiou a mão no bolso para pegar seu aparelho celular e o ligou; a fotografia do papel de parede aparecendo na tela e chocando o bruxo.

— Aqui, essa é uma foto que tiramos quando viajamos para Grécia no meu aniversário — disse ele mostrando seu telefone para o bruxo enquanto sorria de canto, lembrando-se do dia em que a imagem foi capturada. — Ele me convenceu a levá-lo nessa boate chamada Dionysus e por sorte a última coisa que me lembro daquela foi que ele fez uma declaração de amor para mim. Entramos em coma alcoólico nessa mesma noite e tivemos que ser levados para o hospital pela equipe de segurança da boate.

O ruivo parecia aéreo enquanto observava a foto mas Jin não pôde evitar abrir ainda mais seus olhos em descrença para com a imagem na tela.

Jimin estava ao lado de um homem alto e forte de cabelos escuros que caíam em uma cascata selvagem pelo seu rosto, abraçando-o pela cintura enquanto o mesmo segurava um copo na mão. Os dois estavam sorrindo de ponta a ponta e o bruxo não deixou de notar que os dentinhos frontais do menino Jungkook realmente se assemelhavam ao de um coelho.

Mas o que mais chamou a atenção foi o porte do homem.

— C-como isso é possível? — questionou o bruxo com a voz carregada de surpresa e descrença. — Ele por acaso anda fazendo supino reto com cenouras pelo jardim?

O veterinário gargalhou, balançando a cabeça e levando uma mão à boca para tapar os rosto corado pela pergunta.

— Jin, a forma humana dos híbridos não têm relação alguma com suas formas animais.

— Agora que sei disso, me sinto ainda mais ansioso para saber como ele será.

Naquele momento um latido fez com que os dois homens sentados no banco se pulassem de susto e olhassem imediatamente na direção de seus familiares em busca de qualquer ameaça.

No entanto, tudo que acharam foi um poodle toy de pelos castanhos claros que juntou-se à dupla e estava encurralado o pequeno coelho entre suas patas, farejando a bolinha felpuda enquanto o pequeno coala se aproximava para agarrar-se ao cachorro.

— Aquele é...?

— Taehyung!

Um grito alto foi ouvido e agora tanto o bruxo quanto o veterinário estavam olhando na direção do recém-chegado.

— Taehyung, o que eu te disse sobre sair correndo assim?

O homem de cabelos loiros parecia irritado com o pequeno híbrido e estava disposto a lhe dar um sermão sobre mau comportamento, mas foi interrompido quando ouviu seu nome ser chamado.

— Yoongi! Pensei que não iria nos agraciar com sua presença hoje — disse Jimin com um sorriso.

O loiro suspirou, desistindo temporariamente de dar um sermão em seu familiar e se aproximando da dupla.

— Eu também pensei, mas recebi uma ligação de Hoseok enquanto estava no escritório e ele deixou bem claro que faria Taehyung morder todas as almofadas do sofá se eu não os trouxesse para brincar hoje.

— Que assustador — murmurou Jimin.

— Falando em Hoseok... — disse o bruxo. — Onde ele está?

Um chiado alto foi ouvido e ambos os homens que estavam sentados desviaram seu olhar do rosto para o bolso de Yoongi, havia um movimento e volume notório em suas calças; tornando impossível desviar o olhar curioso.

Foi apenas quando escutaram um segundo guincho que Yoongi revirou os olhos, levando sua mão até o bolso e retirando de lá o pequeno esquilo.

— Hoseok, — disse Yoongi, erguendo o animal com uma mão e deixando-o frente a frente com seu rosto. — essa foi a última vez que eu deixei você me usar como táxi, entendido?

O roedor não pareceu se importar com nada que seu dono dizia e se remexeu, guinchando alto e balançando sua cauda numa tentativa de se soltar.

O loiro se abaixou para deixá-lo no chão e observou o pequeno mamífero partir à toda velocidade que suas patinhas minúsculas permitiam em direção ao grupo de híbridos, passando por baixo das patas de Taehyung para pular em cima das costas de Jungkook, montando-o e segurando em suas orelhas como um cavalo ao passo em que Namjoon parecia fazer o mesmo com o cachorro, agarrando-se à Taehyung como se ele fosse uma de suas árvores de soneca.

— Ainda está preocupado com a transformação do seu familiar, Jin hyung? — perguntou o loiro, aproximando-se da dupla e tomando assento ao lado de Jimin.

— Um pouco — admitiu o bruxo. — Mas eu acredito que seja mais ansiedade do que preocupação. Quando ele finalmente for humano, poderei ensiná-lo coisas como ler, escrever e até mesmo como fazer compras.

— Pode começar agora, sabia? Quando vi que Jungkook já demonstrava ter noção do que eu estava falando, passei a colocar programas educativos para que ele assistisse e funcionou. Ele transformou-se em humano já dominando todo o alfabeto — explicou o veterinário, deixando os outros homem em estado de choque.

— Eu não acredito que não me disse isso antes, Jimin — resmungou Yoongi, indignado. — Depois que adotei Tae e Hoseok passei dois meses inteiros fazendo hora extra no trabalho para conseguir colocá-los numa escolinha de híbridos.

— Pensei que advogado ganhasse bem — disse Jimin com uma risada.

— Só quando se defende bandido.

— Uau... — exprimiu Seokjin.

— Acontece que na época que os conheci eu havia acabado de concluir a faculdade e era difícil conseguir um emprego com salário bom visto que a maioria prefere os mais experientes. Felizmente, hoje eu ganho o bastante para viver uma vida confortável com esses dois.

— Imagino que eu possa arcar com as despesas de uma escola, mas há coisas que ele deve aprender o mais cedo possível — disse Seokjin. — Namjoon precisará saber como se virar na minha ausência e eu sinto que quanto mais tempo passar, menos tempo terei para ensiná-lo. Agora com essa promoção...

— Ah, nossa! Eu fiquei sabendo de sua promoção no jornal — disse Jimin animado e Yoongi sorriu.

— Animado para ser editor chefe? — perguntou o loiro.

Seokjin assentiu, embora não parecesse muito animado.

— Você se sairá bem, hyung — afirmou Yoongi com um sorriso. — E quanto ao Namjoon, eu sinto que em breve ele estará pronto para se transformar.

— Eu também — concordou Jimin. — Então trate de ficar atento a qualquer sinal de mudança, tudo bem?

Jin assentiu, sentindo-se confiante enquanto olhava para seu familiar, ainda agarrando-se ao poodle que parecia um touro de rodeio, pulando repetidas vezes para se soltar do coala até finalmente desistir, deitando sobre a grama e deixando-se ser abraçado.

— Tudo bem.

Não estava tudo bem.

<—>

Quando Jin chegou em casa ele segurava o pequeno coala em seus braços enquanto o familiar agarrava-se ao seu pescoço, dormindo pacificamente com a cabeça encostada no peitoral do seu bruxo.

Seokjin tentou desvencilhar-se do animal repetidas vezes, alegando que ele deveria dormir em sua própria árvore, mas Namjoon, mesmo em um estado profundo de sonolência, conseguiu emitir um barulho alto de descontentamento para com a atitude do bruxo e parecia inflexível, não se deixando soltar do aperto em seu pescoço.

Naquela noite, Seokjin rendeu-se aos caprichos do coala e deitou-se no sofá deixando que o familiar descansasse sobre seu peito enquanto fazia carinho no pelo cinzento e macio, sentindo seu corpo relaxar até que ele adormecesse.

Ele não percebeu, talvez devido ao cansaço, mas o típico aroma de eucalipto que emanava do animal estava mais forte que o habitual.

E talvez isso fosse um sinal para o qual ele deveria ter dado mais atenção.

#coalinhanamu

July 22, 2021, 6:14 p.m. 0 Report Embed Follow story
1
Read next chapter Dois

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 1 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!