sehunzitos nerolin osh

Onde após um dia cansativo de treinamento com outros times de vôlei, Hinata decide que quer aproveitar a noite com o namorado Atsumu. | Miya Atsumu x Hinata Shouyou | Songfic |Oneshot | Conteúdo +18 | Conteúdo homoafetivo |


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only.

#gay #yaoi #oneshot #sexo #songfic #haikyuu #nudes #atsuhina #hinata-shouyou #miya-atsumu #atsumu-x-shouyou #miya-x-hinata #linguagem-erótica #Conteúdo-homoafetivo
0
384 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Uma noite especial - Oneshot


n/a: Olá!! é minha primeira vez escrevendo neste site, então eu espero que dê tudo certo e eu não arruine nada por não saber como usá-lo adequadamente.


Nothing on me é baseada numa música de mesmo nome com o cantor Kai do exo, inicialmente era para essa oneshot ser uma Kaisoo, maaas Atsuhina mora no meu coração e eu pensei que a ideia da fanfic iria combinar mais com Atsumu e Shoyo.

Ok ok e como último aviso eu quero lembra-los novamente de que essa fanfic contém linguagem sexual, e cenas de sexo entre dois homens.


Aah, essa fanfic também está disponível em outros 2 sites (wttpd e sp)

Boa leitura! 💛🐣




Era o último dia do acampamento entre os times de vôlei, um misto de emoções e sensações poderiam ser facilmente sentidas pelo ar, todos estavam eufóricos comentando sobre quem tinham maiores espectativas de sucesso e brincavam sobre erros cometidos entre as rodas de amigos. Definitivamente todos se encontravam tão tomados pela ansiedade que nem ao menos notaram quando Hinata e Atsumu saíram sorrateiramente do meio do churrasco para algum canto ondem pudessem ficar juntos sem o olhar dos companheiros de equipe, que com toda certeza iriam estranhar a intimidade com que os jogadores tinham criado em tão pouco tempo. Iam andando lado a lado tomados por um olhar cheio de paixão em ambos os rapazes e vez ou outra fazendo as mãos se encostarem por breves segundos.





"Escondido profundamente dentro de você


Há um sútil toque da doçura da sua fragrância"





Mesmo que ainda em um quase segredo Atsumu e Hinata estavam saindo, tal fato à qual somente Kageyama, Osamu e Suna sabiam, os dois garotos decidiram que por ora seria melhor que a relação fosse mantida em segredo e mesmo que inicialmente discordando desse pensamento Atsumu acabou concordando com o menor, afirmando para si mesmo que seria muito excitante se agarrar com Shouyou escondidos em algum armário ou até mesmo fugir do dormitório no meio da madrugada. O Miya estava mais do que feliz no momento em que viu seu ruivinho sinalizando discretamente para que ele o seguisse, se encontrava tão necessitado das carícias de Hinata desde de manhã quando tiveram um tempinho a sós, tudo o que Atsumu queria fazer nesse momento era abraçar e encher a cara de Shouyou de beijinhos e quem sabe até dar umas mordidinhas aqui e ali, entretanto se deixou ser guiado de bom grado por Hinata até os fundos da pousada em que estavam, afinal o menor havia comentado que achou um lugar ideal para passarem ao menos essa última noite juntos.


Rumaram até uma parte vazia da pousada, Atsumu até julgaria aquela área como um lugar abandonado e obviamente sua mente planejava mil e uma coisas para conversar com o baixinho enquanto deitavam agarradinhos em algum lugar, chegaram em um dos quartos e o falso loiro não deixou de sorrir quando percebeu que Hinata havia arrumado todo o espaço em que eles ficariam e ele teria o beijado se não fosse surpreendido pelo ruivo se afastando.



-Tsumu-san você pode trancar a porta e se sentar ali? Eu tenho que fazer uma coisa rapidinho. - Falava animado apontando para uma cadeira, já que ficar sentado nas cobertas finas provavelmente não seria um lugar confortável de se ficar por muito tempo.



Fez o que o companheiro pediu, mas não deixou de estranhar quando uma melodia começou a ressoar pelo quarto. - Shou-kun o que você ta aprontando? - seu olhar estava parado enfrente onde Hinata tinha entrado minutos antes. - Tsumu-san, fecha os olhos e só abre quando eu mandar, é sério! Não estraga a surpresa.



Murmurando um simples 'ok' Atsumu pode ouvir a música que antes soava distante agora bem próxima de seu ouvido, não era uma música que ele conhecia e seu ritmo lento o fez se questionar sobre o que Hinata estava aprontando, mas antes mesmo que pudesse ter a chance de questionar o menor ouviu os passos dele rapidamente se afastando.



- Ta bom, pode abrir os olhos agora Tsumu-san. - O levantador assim que abriu os olhos pode jurar a si mesmo que havia morrido e voltado a vida tudo isso em questão de segundos. Porra, Hinata estava usando apenas um robe e que pela pouca iluminação ali presente Atsumu presumiu que fosse rosa, não que isso fosse algo para reparar nesse momento, afinal o garoto estava o pecado em pessoa andando rebolando propositalmente. - Sabe eu estava pensando em fazer algo diferente essa noite, já que vai demorar até podermos passar um tempo só nós dois de novo. Então, será que eu posso dançar esta noite pra você, Atsumu-senpai?



-Mas é claro que pode, baby.




"Desamarre seu robe, tire a roupa


Um sentimento muito bom


Amor, eu não consigo respirar


Até mesmo o seu olhar está congelado, oh não, não"




Hinata dançava sensualmente conforme o ritmo lento da música sem desviar o olhar do companheiro, Atsumu estava sem palavras, completamente hipnotizado pelos movimentos de Shoyo a forma com que o robe deslizava por seus ombros deixando-os expostos de uma maneira tão provocativa, isso era insanamente tentador aos olhos do mais velho, Miya sentia todo seu corpo entrando em excitação para ter o ruivo em seus braços e poder faze-lo seu.




"Dê mais um passo em minha direção


Você e eu devagarinho


A distancia em entre nós


Diminui gradualmente"




- E então Atsumu-senpai, você não acha que essa dança está um pouco solitária? Vem dança comigo s e n p a i. - Dito e feito, Miya se levantou da cadeira e rapidamente caminhou até o ruivo envolvendo suas mãos na cintura fina do mesmo.



Apesar de antes estar queimando de vontade de foder com Hinata até alguns minutos atrás Atsumu se perdeu, o olhar de Shoyo o levou para longe admirando cada detalhe do rosto alheio. O loiro subiu uma de suas mãos e logo começou a alisar desde o pescoço até o topo da cabeça de Hinata, deixando um beijo casto nas poucas sardas que existiam no rosto do rapaz. Shouyou não estava diferente, tinha um olhar de paixão sobre Atsumu, e não pode deixar de sorrir ao ver o maior fechar os olhos em apreciação quando começou à acariciar sua nuca. Hinata Shouyou e Miya Atsumu não poderiam estarem mais felizes, sabiam que se amavam e para eles somente isto bastava.




"Eu não quero nada em mim além de você


(Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh)


Eu não quero nada em mim além de você


(Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh)


Eu não quero nada em mim além de você"




-Sho? - O chamou deixando um selar em seus lábios.



-Hm? - Outro selar.



-Eu amo você. - Falou olhando nos olhos do ruivo, este que tinha um sorriso enorme estampado no rosto. - Eu também amo você, Tsumu-san. - Continuaram dançando abraçadinhos por mais algum tempo, sempre trocando juras de amor, selinhos e carícias.



E em algum momento sem nem perceberem a intensidade das carícias voltou a ser algo totalmente sensual e intenso, as mãos de Atsumu desciam perigosamente cada vez mais pelo corpo de Shouyou chegando em sua cintura fina apertando o local de modo possessivo fazendo Hinata arfar surpreso pelo toque repentino, puxando quase que automaticamente os fios loiros de Atsumu que sorriu entre o beijo extasiado pela sensação que o companheiro lhe dava.




"Seus passos estão se aproximando


Suas mãos me alcançam


Espalhadas ao longo de todo meu corpo


Seu cheiro me envolve


Seu ritmo constante"




Em um movimento rápido Atsumu ergueu o ruivo para si fazendo Hinata entrelaçar suas pernas no levantador, Miya encerrou o ósculo chupando com vontade o lábio inferior alheio logo começando um caminho com a língua até o pescoço onde começou a maltratar com vontade deixando mordidas e chupãos , os murmúrios baixos de Hinata sobre sí o levavam a loucura, conseguia sentir as pequenas unhas dele arranhado sua pele de seus ombros mesmo ainda estando vestido. Olhando rapidamente a sua volta o loiro encontrou a pequena cama que lhe fora preparada, caminhou até ela e então com dificuldade os sentou para que pudessem aproveitar melhor o momento.




"Estamos respirando juntos


Esta doce brisa agora, agora


Ele lentamente se mistura comigo"




-Rebola pra mim, baby. - A ordem que mais soou como uma suplica aos ouvidos de Hinata não deixou de ser cumprida, rebolando lentamente de maneira que sua própria intimidade se friccionar contra a de Atsumu fazendo ambos gemerem pelo contato já tão desejado. Movido pela imensa vontade de sentir a pele do rapaz loiro, Shouyou se moveu até o pescoço inalando o cheiro de seu amado e logo se pós a maltratar aquela pele tanto quanto o maior havia feito consigo. - Porra Shou-kun. - O levantador gemeu jogando a cabeça para trás quando a língua quente de Hinata deslizou entre seu pomo de adão, Hinata não deixou de se afundar naquela área tão erógena do parceiro que nesse momento afim de aliviar o próprio prazer desferiu um aperto sobre uma de suas nádegas e ambos sorriram pela sensação que causavam entre si.



Shoyo abriu todos os botões da blusa do companheiro com um semblante sereno que por breves segundos se auto questionou sobre as reais intenções do ruivo e se tudo isso não passava de um vislumbre de sua mente fantasiosa, mas não pode deixar de sorrir em própria descrença ao sentir as unhas pequenas de Hinata arranhar toda a extensão de seu abdômen enquanto fazia questão de deixar a pele de Atsumu toda manchada por seus chupões e mordidas. A mente de Miya estava entrando em colapso ao ver como Hinata estava certamente se empinando para provoca-lo, e estava estampado em seu próprio rosto o quanto ele estava certo ao fazer isso.



-Miya-sama, será que eu eu posso te chupar agora? - Atsumu não tinha nem ideia de onde seu pequeno e amado Hinata estava, por que com toda a certeza o ruivo a sua frente era algum súcubo num corpo tão frágil e puro de Shouyo. E bastou Atsumu afundar o rosto de Hinata em direção a sua pélvis para que este captasse a mensagem que lhe fora dada, desta vez arranhando as coxas do levantador levemente apenas com a intenção de ver como Atsumu reagiria, Hinata começou a distribuir beijos e estímulos sobre o pau ainda coberto do loiro, ansiando cada vez mais para te-lo fundo em sua própria garganta.



Se inclinando para facilitar o trabalho do ruivo em tirar as poucas roupas que ainda restavam em si, Atsumu puxou sem delicadeza alguma o menor de volta para si beijando-o mais uma vez antes de sentir Shouyou voltar a atenção para seu quadril passando sua língua por toda a extensão do falo a sua frente sugando provocativamente a cabecinha do pau do loiro, achando a forma como Miya afundou sua cabeça contra si com brutalidade afim de faze-lo o engolir por completo ocasionando um breve engasgo que apenas serviu como um estimulante tanto para Hinata quanto para Atsumu que voltou a enfiar a boca de Shoyo em seu pau, rosnando em satisfação quando a língua alheia voltou a se movimentar com agilidade em sí.




"Envolvida por todo meu corpo


Neste momento estou cheio de você


Um breve tempo passado por mim


Como se eu pudesse te alcançar"




- P-porra, Shoyo você incrível pra caralho. Mmh. - A visão de Hinata com toda certeza estava o levando a loucura, e em um segundo em que pode organizar seus próprios pensamentos Atsumu sorriu perverso, agarrou os rebeldes cachos do ruivo fazendo-o parar o boquete num som estalado. - Sabe bebê, eu acho que tem um jeito de isso ficar ainda melhor, vira pra mim. - A feição de confusão de Hinata fez o loiro soltar uma risada anasalada, pegou então e terminou de tirar o roupão e com pequeno impulso virou o menor de costas para si distribuindo beijos pela extensão dos ombros do ruivo.



-A-Atsumu-san?! - A visão de Hinata dessa vez estava vermelha pela surpresa e vergonha da posição, logo que assimilou a intenção que o levantador loiro tinha. - Calma bebê, ta tudo bem, só quero que isso seja tão bom pra mim quanto pra você. Agora é só voltar a fazer o que estava fazendo antes.



Talvez pela imensa vontade de sair do olhar de Atsumu ou até mesmo pela ansiedade da expectativa que pairava sobre sua cabeça erguida, Hinata voltou a abocanhar o membro do maior, sentindo o mesmo apertar suas coxas em satisfação; Se arrumando em uma posição melhor para si mesmo Atsumu sorriu em excitação por poder ter tal visão de Shoyo, com a mão esquerda Atsumu deslizava sobre uma das coxas do ruivo depositando tapas e apertos toda vez que Hinata levava seu pau mais fundo que podia em sua garganta, enquanto a outra mão servia de apoio para ambos.


Trilhando um caminho pela coxa livre de Hinata, Atsumu mordiscava e chupava cada pedacinho do corpo menor, demorando propositalmente somente para sentir Shouyou gemendo abafado contra seu próprio pau, o loiro então alternando entre dar lambidas e mordidas na parte inferior da bunda de Shouyou. Atsumu percebeu que já não aguentaria mais provocar o menor e com a mão livre agarrou uma das nádegas do ruivo separando-as ainda mais para para facilitar seu próprio trabalho, passou a língua pela extensão logo começando a enfiar a língua por toda a entrada de Shouyou e ouvindo com prazer quando este tirou o pau de Atsumu de sua boca para gemer em satisfação arranhando com vontade as coxas do Miya quando este começou a deslizar seus dedos pela entrada do menor alternando entre movimentos de estocadas e movimentos de tesoura.



"Eu não quero nada em mim além de você


(Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh)


Eu não quero nada em mim além de você


(Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh)"



Já extasiado pelo sabor de Shoyo e pela forma que cada vez mais ele rebolava contra seu rosto procurando por mais contato tiraram o resto da sanidade que ainda havia em sua mente. Parou abruptamente de chupar Hinata ouvindo alguma lamentação abafada vindo dele, a qual Atsumu não poderia se importar menos nesse momento, e com os braços fortes mudou novamente as posições em que se encontravam fazendo com que o ruivo ficasse por baixo de si.


- Eu te amo pra caralho, Hinata Shouyo. Agora relaxa pra mim baby. - Ambos os rapazes iniciaram um ósculo lento e desejado, se colocando mais próximo ainda entre as pernas de Hinata esperando que ele relaxasse e lentamente para colocar seu pau dentro de Shouyou sentindo as pequenas e quase inexistentes unhas do ruivo se afundarem em suas costas.



"Estou atraído por você


Com as pontas dos dedos rapidamente


Eu vou passar por tudo


Vê se aguente"



Distribuindo beijos por toda a extensão do rosto de Hinata para que ele se acostumasse e relaxasse para então poder se movimentar. -T-tsumu, por favor eu preciso de v-você. - Hinata falou de maneira ofegante e arrastada.


Atsumu então começou a se movimentar sobre Shouyou, com estocadas relativamente lentas aumentando significativamente depois de um tempo. Com uma das mãos Atsumu apertava com vontade a cintura do ruivo enquanto a outra mão foi diretamente ao pau de Hinata o masturbando conforme o ritmo das investidas em que ele dava, de uma maneira desajeitada iniciaram um beijo entre si, as pernas de Hinata se entrelaçando entre a cintura de Atsumu buscando ter o maior contato possível com o loiro, suas mãos distribuídas entre as costas do Miya e sua nuca arranhando-as com vontade descontando todo o prazer que estava sentindo.


Com as estocadas em um ritmo rápido e violento, Atsumu observou o revirar dos olhos de Hinata enquanto ele avisava que seu ápice já estava chegando enquanto chamava por seu nome, sendo um gatilho aos olhos do loiro fazendo-o acelerar ainda mais as investidas contra Shoyo sentindo quando o ruivo arqueou as costas gozando em sua mão.


-Mmh, S-shouyou... Shouyou, mmh. - O Miya jogou a cabeça sobre os ombros do ruivo gemendo baixo entre seus ouvidos, - E-eu...vou...goza-aar. - Dando investidas com mais força que Atsumu ainda conseguia fazer no momento, continuando mesmo depois de ter gozado afim de prolongar ainda mais seu próprio prazer.



"Eu não quero nada em mim além de você


(Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh)


Eu não quero nada em mim além de você


(Oh-oh-oh, oh-oh-oh, oh-oh-oh)


Eu não quero nada em mim além de você"



Depois de conseguirem regular a respiração Atsumu se deitou ao lado de Shouyou o puxando para deitar sobre seu peito enquanto começava a fazer cafuné nos fios ruivos de Hinata, - Nana meu amor, quer que eu te ajude a se limpar?


-Hm? Não precisa Tsumu, amanhã a gente resolve isso, mas eu posso vestir a sua blusa?


-Claro que pode bebê. - Atsumu riu de forma anasalada e logo se levantou buscando pelos cantos do quarto as roupas que foram jogadas ao longo da noite.


Assim que entregou as peças de roupas que Shouyou iria vestir, Atsumu tardou a vestir-se também, caminhou pelo quarto e desligou o rádio que estava esquecido até esse momento voltando para o ruivo logo em seguida.


- Tsumu, eu te amo.


-Eu também te amo nana, agora dorme meu amor, você deve estar cansado. - Hinata se aninhou nos braços do loiro, este que com as mãos em um toque sutil fazia carinho nas costas e cabelo rebeldes de Shouyou até que ele finalmente estivesse dormindo para só então conseguir pegar no sono, pois ambos sabiam que teriam de levantar cedo na manhã para mais um dia de treinamento com os outros times.



May 14, 2021, 12:15 p.m. 0 Report Embed Follow story
0
The End

Meet the author

nerolin osh 18y | ela/dela fanfics voltadas a animes, normalmente imagines e yaois 🐣💛💮🐣💛💮 sehunzitos em: twitter, wattpad, ao3 Oh_Seehun no spirit

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~