hejiminie thalli

[CONCLUÍDA] Você já imaginou o que poderia ter acontecido entre Park Jimin e Jeon Jungkook naquela famosa live de 22/04/17, caso eles estivessem sozinho e sem interrupções? Jungkook só queria fazer uma simples live com seus fans, mas Jimin tinha outros planos para aquela noite. JungkookTOP! x JiminBOTTOM!


Erotica All public.

#live #hentai #romance #pwp #oneshot #yaoi #lemon #gay #jikook #bts #kookmin
Short tale
12
604 VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Live on air

Boa leitura :)



Eu estava fazendo uma live à noite enquanto comia.

Eu estava realmente cansado.

Fizemos um show hoje e foi muito divertido, eu amo os palcos. Amo me apresentar pros nossos fãs, sem falar que eu faço tudo isso na companhia de mais seis amigos que eu amo muito. Eles são muito bons pra mim e fico feliz de estar no mesmo grupo que eles. E se tem mais alguém que realmente me faz feliz esse alguém é Park Jimin.

Ah, como definir Park Jimin?

Eu adoro tudo nele! Ele é fofo, cuidadoso e extremamente talentoso. Ele é a pessoa mais gentil que eu já tive o prazer de conhecer. Mas não se engane se acha que Park Jimin se resume só a fofura, ele é terrivelmente sexy e ousado quando quer.

Ah, eu amo sua ousadia!

Amo quando ele me arrasta até um banheiro enquanto os outros membros não estão percebendo e fodemos por lá mesmo, quando damos uns amassos dentro do carro, ou quando ele me provoca em plena entrevista.

Ah! eu quase esqueci de falar, que nós somos do mesmo grupo.

No começo eu admito que não gostei muito disso, pois como eu disse, Park Jimin é muito ousado e ele não se importa em demonstrar isso. O seu jeito me assustava muito no começo já que eu era muito tímido e não sabia o que fazer com tanta atenção que ele me dava. Eu não sabia que sentimento era aquele que eu sentia por ele, e sem dúvida alguma ele me atraia, tanto por sua personalidade incrível como seu corpo gostoso.

Vocês já viram a bunda dele? Isso me deixa muito louco, e a cinturinha? nossa eu amo apertar a cintura fina dele.

Park Jimin é um deus Grego de tão gostoso.

Com um tempo ele cansou de investir em mim, já que eu não devolvia suas investidas. Eu queria muito, mas eu não sabia o que fazer, eu era tão novo e ele parecia saber de tantas coisas... Eu nunca tinha me relacionado com ninguém antes, então tudo era muito novo.

Foi uma fase difícil para nós dois, ele não me dava tanta atenção, me ignorava nos bastidores, evitava ficar próximo e isso me deixava muito triste. E era muito difícil para ele também, hoje eu sei disso.

Eu fiquei louco por não saber o que fazer, e porque eu sentia que deveria fazer algo. Esse clima tenso acabou atingindo o grupo e todos perceberam o que eu não via, ou melhor, o que eu não queria ver.

Eu estava apaixonado pelo Jimin.

Eu tive uma conversa com o Namjoon Hyung, nosso líder, e acabei contando tudo pra ele, fiquei um pouco chocado quando ele disse que já sabia.

Eu sou tão lerdo assim?

– Jungkook, isso não pode mais continuar. – Ele me disse sério, enquanto eu ouvia tudo de cabeça baixa tentando não chorar. – O jimin mal olha na sua cara, e vocês só interagem na frente das câmeras, e olhe lá. Eu não preciso saber o motivo do desentendimento de vocês, mas ou vocês se resolvem ou o nosso grupo vai ficar mais afetado do que já está.

– Eu sei hyung, eu não quero isso. – Disse cabisbaixo, eu não queria que o grupo fosse afetado por minha insegurança.

– Qual é Jungkook, somos uma família – Namjoon hyung tocou em meus ombros. – Só podemos contar com nossos fãs e conosco, se resolva com o Jimin. Chame ele pra conversar e conte como se sente, ele vai te entender, Jimin é um bom garoto.

– Eu gosto dele hyung, eu gosto do Jimin hyung. – Fechei os olhos com força por medo do que ouviria em resposta, mas me surpreendi com a resposta de Namjoon.

– Eu sei, e sei de que maneira você gosta dele. – Ele sorri sem mostrar os dentes fazendo suas covinhas ficaram evidentes. – E tenho certeza que ele sente o mesmo, se abra com ele e faça esse clima ruim acabar, combinado? – Eu assenti sorridente e Namjoon hyung bagunçou meus cabelos. – Você cresceu rápido, tenha cuidado sim? Não será fácil para vocês dois.

Depois disso criei coragem pra falar com o Jimin sobre minhas inseguranças e em como eu me sentia. Não falei que estava apaixonado por ele, eu ainda não tenho tanta coragem assim, mas falei que gostava muito dele e não de uma forma de amigos ou de companheiros de grupo.

Eu gostava dele como homem.

Jimin ficou muito chocado, acho que depois de tanto eu o afastá-lo ele acabou desistindo de mim. Era muito ruim vê-lo saindo escondido com outros caras e só chegando no dia seguinte.

Mas tudo isso mudou depois daquele dia. Agora somos inseparáveis e vivemos sempre juntos, estamos mais próximos que nunca, e aproveitando cada momento juntos.

Bom hoje é 22/04/2017 e como já disse estou fazendo uma live. Estou ouvindo um pouco de música e conversando com nossos fãs

De repente a porta do meu quarto se abre, e eu vejo um Jimin enfurecido só de roupão.

– Eu ouvi você cantando, tá alto demais pra essa hora – Jimin fala com os braços cruzados na porta do quarto.

– Eu estou no VLive.

– Me deixa dormir! – Jimin resmunga e um biquinho fofo se forma em sua boca.

Ah como eu amo essa boca!

Eu começo a rir do seu jeito lindo e ele parece se zangar ainda mais.

– Não cante tão alto, esta tarde. – Ele fala já saindo do quarto.

Eu não quero que ele saia.

– Seu quarto é do outro lado do corredor, eu sei que não pode ouvir nada. – Respondo voltando a olhar para o computador.

– Eu consigo sim!

– Não consegue não. – Ele sai irritado do quarto.

– Se ele diz que está ouvindo, ele vai ouvir isso. – Falo olhando para a live.

Começo a procurar a sua música solo chamada lie, e só para provocá-lo aumento mais o volume. Quando a música começa e a linda voz do Jimin ecoa, eu começo a cantar junto e imito seus passos de dança só com os braços, pois estou sentado em frente ao computador.

Fico esperançoso olhando para a porta esperando-o, fico sorrindo só de imaginar a sua cara de raiva porque depois de transar com ele a coisa que mais me dá prazer é ver o rostinho fofo de Jimin quando fica irritado.

No bom sentido, claro.

Após um tempo percebo que ele não vem, fico até desapontado pois queria ele aqui. Começo a por outra música quando de repente a porta abre e Jimin está tentando segurar um riso

Ele adora quando eu tomo a iniciativa de provocá-lo.

– Você quer morrer? Eu disse que posso escutar! – Ele fala se aproximando de mim com os braços cruzados tapando seu roupão.

Eu começo a rir e ele se aproxima do computador pra dar um "oi" pros armys.

– Oii, vou ficar longe, estou sem maquiagem – Jimin fala enquanto se senta na cama atrás da cadeira onde estou.

– Você é lindo até sem maquiagem – Falo olhando pra ele pelo meu reflexo na live. Ele sorri e suas bochechas coram.

– Vamos nos apresentar ao vivo agora Jiminie.

Ele sorri e concorda enquanto eu coloco a sua música solo outra vez. Quando a música começa ele se levanta da cama segurando o roupão, ele começa a fazer movimentos da sua coreografia enquanto eu o imito.

Eu amo imitar o Jimin.

Ele para de dançar e começa a olhar para mim pelo reflexo da live. Mas eu conheço esse olhar, é o olhar de que ele tá tramando algo naquela cabecinha pervertida.

– Vou arrumar meu roupão – Ele fala enquanto se afasta do alcance da câmera.

Ele se escora na porta e a tranca, em seguida ele se vira para mim e abre seu roupão revelando que ele estava nu esse tempo todo. Ele abre um sorrisinho malicioso enquanto começa a descer sua mão até o seu pau e acariciá-lo olhando para mim.

Eu fico totalmente hipnotizado olhando Jimin começar uma masturbação lenta sem tirar os olhos dos meus.

Eu lembro que estou em live e volto meu olhar pro computador. Vejo Jimin se aproximando de mim com o seu roupão já fechado. Sinto minhas bochechas corarem e meu membro fisgar quando suas mãos começam a acariciar minhas costas.

– Oiiinn! – Jimin fala aproximando seu rosto da câmera cobrindo a tela totalmente.

Esperto do caralho!

Já que seu rosto está cobrindo a câmera toda, ele desse livremente sua mão até meu pau o apertando em cima da calça.

– Jiminie – Eu o chamo quando ele coloca sua mão por dentro da minha calça apertando minha glande já melada de pré gozo.

Porque com Jimin é assim, eu fico duro sem que ele faça o mínimo de esforço.

Ele me olha bem próximo, e eu entreabro os lábios enquanto fito seus lindos olhos. Ele dá um sinal com os olhos virando em direção ao computador, eu entendi o seu sinal, eu preciso finalizar essa live.

Me desculpem armys mas eu não resisto a Park Jimin.

Volto meu olhar pro computador e já me direcionando pra finalizar a live.

– Vamos dormir agora, tchau armys – Digo enquanto aceno com a mão

– Tchauu – Jimin pisca para a câmera e eu fecho a live.

Jimin se afasta e se senta na borda da cama, com um sorriso satisfeito no rosto.

– Eu não acredito nisso Park Jimin! e se alguém percebesse?– Ele deu de ombros e sorriu pra mim.

– Ninguém percebeu, vai por mim.

– Mas poderiam ter percebido, você não poderia esperar eu acabar? – Pergunto.

– Não, e sabe por que? – Ele se levanta da cama e anda em passos lentos até ficar em minha frente, me olhando de cima com aquele olhar que me enfeitiça. – Por que você tira o meu autocontrole, você me faz querer fazer loucuras, você tira todo pingo de sanidade que ainda me resta sempre que me olha com esses olhinhos grandes e brilhosos. – Ele puxa meus cabelos e se abaixa, deixando nossos rostos próximos. – Ah Jungkook, você me deixa louco sabia?

Ele começa a abrir seu roupão novamente, ficando completamente nu na minha frente e senta em meu colo bem em cima do meu pau já duro. Ele posiciona suas pernas uma de cada lado da minha cintura e toca nos meus ombros suavemente, seus dedos percorrem meu pescoço e eu fecho os olhos ao sentir o arrepio gostoso que percorre meu corpo.

Jimin sorri satisfeito com minha reação e começa a rebolar lentamente em movimentos circulares em cima do meu pau, enquanto me olha mordendo os lábios. Eu coloco minhas mãos em sua cintura fina e o puxo para mais perto, formando um atrito delicioso com nossas ereções.

Puxo seus cabelos loiros com força o forçando a inclinar a cabeça para o lado, me dando liberdade ao seu pescoço delicioso. Começo a beijar e chupar seu pescoço sem pudor algum arrancando gemidos manhosos dele. Eu o beijo com vontade e o sinto estremecer em meus braços, eu sei que esse é um ponto sensível dele.

– Jungkookie... me beija – Jimin geme enquanto eu beijo seu maxilar.

Atendendo ao seu pedido, eu o beijo de uma forma lenta e saborosa, enquanto nossas línguas se tocam vagarosamente nos levando a loucura. Eu seguro sua nuca e chupo sua língua lentamente, e o gemido que ele solta é tão delicioso que sinto meu pau ficando mais molhado.

Jimin interrompe o beijo e sai do meu colo ficando de joelhos em minha frente, ele deixa um selinho em meu pênis ainda coberto e começa a lambe-lo por cima da calça, sem tirar os olhos dos meus. O olhar que ele me lança é tão intenso que meu corpo fica ainda mais quente.

Ele abaixa minha calça com rapidez, fazendo meu pau saltar arrancando-me um gemido rouco, ele começa uma masturbação lenta somente em minha glande, me fazendo gemer desesperado pra que ele me chupe.

– Você quer, Jeon? – Ah não, Jeon é o meu fim.

– Porra Jimin!... hm... Eu quero.

– O que você quer, Jeon? – Ele fala próximo ao meu pau dando leves sopros, que ele sabe que me deixa louco – Eu só vou fazer se você falar, com todas as letras.

Jimin adora quando eu imploro.

– Me chupa, coloca esse pau que você tanto gosta na boca e me faz gozar, como só você sabe. – Eu agarro seus cabelos loiros, o forçando a abaixar mais a boca, e ele sorri satisfeito.

Imediatamente ele coloca sua boca em volta da minha glande, sugando meu pré gozo. Jogo minha cabeça para trás perdido no prazer que sua boca me proporciona, ele começa a me chupar mais fundo e os sons das sucções me deixam louco.

– Está gostoso? – Ele pergunta ao tirar meu pau da boca, e nossa! A expressão dele neste momento é tão gostosa que eu poderia me derramar agora.

– Está, sua boca é muito gostosa. – Ele sorri e passa a língua quente da base até o topo, me engolindo de uma só vez.

– Ah! merda Jimin... isso amor. – Ele me chupa mais fundo e forte enquanto acaricia meus testículos. Em seguida começa com movimentos de vai e vem mais rápido me forçado a ir mais fundo em sua boca. – Puta merda... que boca maravilhosa.

Ele geme provocando uma vibração maravilhosa em meu pau, e continua me chupando sem pena. Sinto que logo vou gozar, meus gemidos estão ficando cada vez mais altos enquanto agarro seus cabelos e estoco contra sua boca.

– Isso fode minha boca. – Ele pede, e eu prontamente começo a estocar contra sua garganta, enquanto ele não tira seus olhos dos meus.

Jimin engasga e seus olhos lacrimejam, e esse é o estopim que faltava. Tombo minha cabeça para trás já sentindo meu prazer sair, solto seus cabelos e Jimin rapidamente engole todo meu prazer não soltando uma gota sequer.

– Vem aqui meu lindo. – O puxo para cima e o beijo de uma forma quente e necessitada

Eu me levanto da cadeira com ele em meu colo e o jogo cuidadosamente na cama. Rapidamente me livro da minha camisa e minha calça, ficando agora ambos nus.

Subo em cima dele ficando entre suas pernas, e retomo minha atenção e seu pescoço com beijos molhados enquanto ele arranha minhas costas e geme manhoso, vou descendo meus beijos até seus mamilos o beijando ferozmente como eu sei que ele gosta.

– Jungkookie... isso é tão bom. – Ele diz com a voz manhosa e eu sorrio,

Chego em seu abdômen deixando marcas por todo aquele corpo maravilhoso. Beijo, lambo, mordo, faço de tudo. Porque eu tenho direito.

– Jungkookie... ah... Por favor!

Ele pede enquanto eu me posiciono entre suas pernas enquanto começo a masturba-lo, estou tão necessitado dele que nem perco tempo em provocá-lo, e logo começo a chupar seu pau ferozmente e ele tapa sua boca com a mão para conter os gemidos altos.

– Eu quero te ouvir Jimin, quero ouvir seus gemidos mais altos. – Digo ao me levantar e ficar próximo ao seu ouvido, o sentindo arrepiar.

– O Namjoon está no quarto ao lado... hmm. – Ele geme ainda contido quando mordo o lombo de sua orelha.

– Relaxa, ele tá no quarto do Jin. E não é como se eles estivessem fazendo algo diferente de nós, então geme pra mim, uh? – Lambo o suor de seu pescoço e ele puxa meu cabelo com força. – Estou com saudade do nosso sexo barulhento, de te ouvir gemer meu nome bem auto sem se importar com ninguém. – Beijo sua bochecha. – Então geme pra mim, me deixe saber se eu causo em você o mesmo que você causa em mim.

Ele parece entrar em transe ou ouvir minha voz enquanto eu o olho tão intensamente, ele me olha com tanta devoção que eu não resisto em beijá-lo. Nosso beijo agora é calmo e sensual, eu sinto todo o carinho e paixão que nossos corpos transmitem, nossas línguas se enroscam e dançam de uma maneira que me deixa lombrado.

Jimin é a minha droga.

Nos separamos à procura de ar e ele se estica até a cômoda ao lado da cama, tirando de lá uma camisinha e nosso vidro de lubrificante. Ele não precisa me dizer mais nada, ele me quer e quer agora.

Desço meu rosto até próximo a sua entrada e levanto suas pernas, o deixando exposto. Seguro suas pernas com força e sem cerimônias o chupo, Jimin geme alto ao sentir minha língua naquele lugar sensível, eu passo minha língua ao redor de toda sua entrada e quando ele parece mais relaxado eu o penetro.

– Jungkook! Oh céus. – Ele segura meus cabelos com força, prendendo meu rosto ali.

Eu afasto sua mão e pego o lubrificante, espalhando em meus dedos.

– Você gosta quando eu te beijo aqui Jiminie? – Falo ao roçar meus dedos em sua entrada.

– Gosto, gosto muito. – Ele diz com uma expressão sôfrega, com o rosto suado e corado, e com os cabelos bagunçados.

Ele não poderia estar mais lindo do que agora.

– E dos meus dedos te fodendo assim? Você gosta? – Falo logo o penetrando com um dedo em sua entrada sem avisos arrancando um gemido alto de surpresa.

Espero ele se acostumar com a invasão enquanto chupo seu pau bem fundo. Ele começa a rebolar, e logo em seguida coloco o segundo dedo o penetrando bem mais forte. Seu interior quente pisca ao redor de meus dedos em busca de mais e eu o dou, movimento meus dedos de maneira rápida e Jimin grita de prazer enquanto segura os lençóis com força.

– Olha só como você grita pra mim, você só está sentindo meus dedos e já está desse jeito amor? Gosta tanto dos meus dedos assim é? – Digo com um sorriso safado enquanto ele se contorce inteiro.

– Eu gosto... aah!... mas eu prefiro seu pau. – Ele diz entre gemidos, e eu sorrio satisfeito com sua resposta.

– Então você vai ter ele agora.

Tiro meus dedos de sua entrada, abaixo suas pernas e seguro sua cintura o virando rapidamente deixando seu corpo de bruços, ele solta um gritinho em surpresa.

– Vai meu gostoso, fica de quatro pra mim amor.

Ele prontamente atende meu pedido ficando de quatro na cama empinando sua bunda maravilhosa pra mim.

Que visão!

Pego a camisinha e rapidamente a coloco, em seguida passando bastante lubrificante na sua entrada e em meu pau. Posiciono meu pau em sua entrada e lentamente o penetro enquanto seguro sua cintura com firmeza, entro totalmente e espero ele se acostumar com meu tamanho.

– Porra Jimin... tão apertado.

Em resposta ele flexiona suas nádegas estrangulando meu pau de uma forma delirante. Saio de dentro dele e volto estocado fundo e forte, o fazendo arquear as costas.

– Merda Jungkookie, que gostoso!

Dou um tapa forte em sua bunda e ele geme em resposta.

– Era isso que você queria não era? Interrompeu minha live só pra ter meu pau em você, não é Jiminie?

Dou outro tapa forte em sua bunda a espera de uma resposta.

– Sim... Eu quero que você me foda, você é bom o bastante pra isso? – Ele me olha por cima do ombro com um sorriso somente para me provocar.

Eu sorri e começo a me movimentar rapidamente metendo cada vez mais fundo em sua entrada, Jimin começa a gemer cada vez mais alto me levando a gemer junto

Os gemidos de Park Jimin são a mais perfeita sinfonia.

Continuo a investir cada vez mais fundo e Jimin grita quando eu acerto sua próstata, puxo seus cabelos com força o forçando a inclinar ainda mais suas costas, enquanto sua próstata é surrada pelo meu pau.

– Meu deus Jungkook... Isso!

Sinto que ele está prestes a gozar e começo a masturba-lo ao mesmo tempo que o fodo, já que estou tão próximo de gozar quanto ele.

Depois de mais algumas estocadas e da minha mão o estimulando, Jimin goza violentamente em minha mão chamando meu nome e eu vou junto com ele.

Me retiro de dentro dele, e o viro de frente pra mim.

– Chupa. – Ordeno ao pôr minha mão suja com seu prazer em sua boca. – Prova o quanto você é delicioso. – Ele segura meu pulso e chupa meus dedos enquanto me olha. – Não é gostoso? Por isso eu sou viciado no seu pau, por isso sou viciado em você Park Jimin.

Tiro minha mão da sua boca e o puxo para um beijo que me faz sentir o sabor exótico do seu prazer misturado com o da sua boca. Retiro a camisinha e me deito na cama o puxando para se deitar em cima de mim.

Ficamos em silêncio enquanto eu acaricio seus cabelos e ele alisa meu peito. Park Jimin me leva a loucura, não só no sexo, ele me enlouquece em tudo, o seu jeito doce e ousado, o carinho que ele tem por mim, sua voz suave, seu sorriso que eu amo tanto, eu amo tudo em Park Jimin ele é simplesmente perfeito. Quero estar a todo momento com ele, e quando estou só quero que o tempo pare pra que eu possa ficar mais tempo ao seu lado.

Que sentimento é esse?

Eu sei bem qual é, e não tem motivos para ter medo de admitir que eu sou loucamente apaixonado por ele, não quero esconder isso dele. Nós já escondemos coisas demais.

– Jimin?

– Sim? – Ele levanta o rosto e acaricia meus cabelos.

– Eu te adoro Jiminie, adoro tudo em você. – Acaricio suas bochechas coradas e ele sorri. – O seu jeito, esse seu sorriso lindo, seu lado gentil, adoro a forma de como é decidido nas coisas mas nunca hesita em me procurar quando sente que precisa de ajuda, adoro a forma como me trata e como trata as pessoas ao nosso redor. Você é tão iluminado que eu sinto que preciso de você o tempo todo se não fico sem luz, quando estou triste é você quem me alegra, quando estou cansado é você quem me relaxa e me faz dormir em seus braços. – Eu vejo seus olhinhos encheram de lágrimas, e os meus não estão diferentes. – Eu quero fazer muitas coisas com você, quero ver a neve, a lua, fogos de artifício, viajar e continuar cuidando de você da mesma forma que você cuida de mim, você é meu catalisador e eu sou completamente apaixonado por você.

Ele sorri e uma lágrima escorre por sua bochecha, ele se inclina me dando um beijo casto demorado.

– Eu também sou Jungkook, também sou apaixonado por você. Sempre fui apaixonado por você. - Ele sorrir e eu o beijo novamente.

– Me desculpe por demorar tanto...

– Tudo bem, o que importa é que estamos juntos agora. – Eu o beijo novamente, um beijo lento mas carregado de confissões que ainda não temos coragem de dizer, mas que ambos entendemos.

A verdade é que Park Jimin e Jeon Jungkook ainda tem muita história pela frente.

Eu nasci pra ser dele, e ele pra ser meu.

May 13, 2021, 11:18 p.m. 2 Report Embed Follow story
6
The End

Meet the author

thalli #BTS: makes me happy all the time ♥︎ #ficwritter ✍

Comment something

Post!
Bia Slc Bia Slc
ainnnn amei vc escreveu td que eu penso e imagino deles ,me derreti inteira
3 weeks ago

~