liafersa Lia Fersa

Os impérios se dividiam em quatro: Uchiha, norte; Hyuuga, sul; No Sabaku, oeste e Akatsuki, leste. No sul, a vida de S/N Inuzuka, jovem de 19 anos, muda completamente ao sua mãe, Tsume Inuzuka, ficar muito doente e ela decidir trabalhar como uma das servas no palácio imperial Hyuuga. O que ela não esperava, era se apaixonar pelo prometido da princesa, Itachi Uchira. Muitas coisas acontecem, levando S/N a descobrir coisas sobre sua vida, as quais ela não tinha ideia de que eram possíveis, e que causam uma enorme reviravolta ao mundo ninja.


Fanfiction Anime/Manga Not for children under 13.

#imagine #império #uchiha #itachi #interativa #s-n
16
2.6k VIEWS
In progress - New chapter Every 30 days
reading time
AA Share

T.1 Capítulo 1

POV S/N

16 de Maio

Ao sul, o Império Hyuuga se ergue, sob o comando de Hiashi Hyuuga, um imperador frio e poderoso. O imperador, para sua própria tristeza, teve apenas duas filhas, sendo a mais velha, Hinata Hyuuga, a herdeira.

Ao norte, o Império Uchiha é o mais firme, nas mãos de Fugaku Uchiha se torna um lugar rígido e impiedoso. Com dois filhos, tendo o mais velho, Itachi Uchiha, como seu preferido e herdeiro.

À oeste, há o Império No Sabaku. Centrado na mão de Rasa no Sabaku, cujo filho mais novo, Gaara no Sabaku, era o mais poderoso, e, portanto, foi decidido como herdeiro.

À leste, o Império Akatsuki, sob comando de Obito Uchiha, que conquistou seu próprio império com a ajuda do tio, já morto, Madara Uchiha. Não possui herdeiros, planejando colocar um de seus parentes mais próximos como tal.

Mas e quem seria eu?

Eu não sou ninguém. No meio de tanto poder, não sou ninguém memorável, ao menos.

Me chamo S/N Inuzuka. Tenho 19 anos e sou só mais uma das várias servas do palácio imperial Hyuuga. Meu irmão gêmeo, não idêntico, Kiba, é um dos guardiões da princesa Hinata Hyuuga, cuja mão está destinada ao mais velho dos Uchiha, Itachi.

Eu e meu irmão somos realmente muito diferentes, apesar de que, na verdade, eu não me pareço com ninguém da nossa família — nossa mãe diz que eu pareço com um parente mais distante da família, até chegou a me mostrar uma pintura. Enquanto todos da minha família tinham fios e olhos escuros, meu cabelo era ruivo e meus olhos azuis claros, era algo que eu nunca conseguia entender, mas era o que era. Meus fios batiam em minha bunda, mas eu sempre os prendia em um coque, sendo inconveniente tê-los solto para meu trabalho.

Comecei a trabalhar porque minha mãe estava muito doente e precisava de remédios caros, já que os capazes de realizar os ninjutsus médicos se concentravam aos imperadores. O Kiba começou pelo alistamento ser obrigatório, e, como ele havia ido muito bem, se tornou guarda do Palácio e eu dei a sorte, e o azar, do mesmo.

Trabalhar para a família Hyuuga era muito complicado, sempre tínhamos que ser invisíveis, silenciosas e prestativas. Eu estava ali há apenas um mês, enquanto o Kiba há quatro. Só nesse pouco tempo de minha estadia, cinco servas foram chicoteadas na frente de todos do palácio — por envolvimento com guardas; quebrar alguma coisa; ou fazer barulho, como espirrar, enquanto na presença de alguém da família imperial— e três sumiram de um dia para o outro, sem ninguém ter ideia do paradeiro — Kiba me havia contado que ouviu alguns guardas falando sobre as três servas, provavelmente haviam sido mortas a mando do imperador. Por conta disso, todos os dias o meu irmão implorava para que eu não fizesse nenhuma burrada.

Eu agradecia por trabalhar nas áreas onde a família não passava, podendo ficar um pouco mais relaxada, mas naquele dia, foi tudo muito diferente.

----

Eu limpava o piso, tranquilamente, até escutar uma alta trombeta soar. Fiquei confusa, mas logo várias servas apareceram, junto com a mais velha, que me olhou de cara feia.

— Levante-se, menina!— mandou e eu o fiz, ainda confusa.

Ela me empurrou para a parede e depois se encostou, no mesmo instante que guardas passaram por nós, marchando silenciosamente, e então fomos logo atrás.

— Você é novata, não é?!— sussurrou uma mulher perto de mim.

— Estou aqui há um mês.— disse baixo, a olhando, ela mantinha a cabeça baixa e indicou, com a mão, que eu fizesse o mesmo, então o fiz.

— Então você nunca viu isso. As trombetas tocam quando alguém está vindo, ouvi dizer que são os Uchiha. Os príncipes!— ela pareceu animada ao dizer aquilo. — Eu já os vi cinco vezes, um mais lindo que o outro!— afirmou ela, com os olhos brilhando.

Eu fiquei um tanto pensativa.

Os irmãos Uchiha?, pensei, mas neguei de leve, não era importante, eu apenas tinha que tomar cuidado para não fazer besteira.

— Lembre-se de se manter quieta… O imperador pode parecer distraído, mas basta fazer algo errado e ele se voltará contra você.— alertou ela, sussurrando.

— Obrigada… — sussurrei de volta e continuamos a andar.

Nós seguimos em silêncio e há passos rápidos. Quando chegamos na área fora do palácio japonês, a mais velha nos colocou em formação, com três fileiras, uma de frente para a outra. Ficamos com as cabeças abaixadas, enquanto isso, pude escutar o som dos portões, do muro que envolvia o palácio, ser aberto.

— APRESENTANDO, OS PRÍNCIPES DO IMPÉRIO UCHIHA! ITACHI UCHIHA E SASUKE UCHIHA!— gritou um homem.

Eu ergui meu olhar, pelo canto do olho, e vi um belíssimo corcel negro e outro cinzento guiando uma carruagem negras com detalhes em vermelho e prata. O cocheiro guiou a carruagem até o centro, de frente para onde ficava o trono do imperador Hiashi, que estava sentado com seu semblante sério. O cocheiro puxou as rédeas e os cavalos foram parando, até um servo ir até eles e os segurar, dando cubos de açúcar a eles.

Um dos guardas dos Uchiha foi até a porta da carruagem, abrindo, e dela saíram dois homens. A mulher ao meu lado se movimentou um tanto e eu notei que, assim como eu, ela os olhava discretamente.

— Aquele… É o mais novo… — sussurrou ela, e eu vi um rapaz jovem, se eu não me engano, tinha a minha idade, ele era bem bonito.

Apesar da beleza de Sasuke Uchiha, o homem que desceu em seguida fez meu corpo esquentar, uma sensação que eu nunca havia sentido. Meu rosto estava quente, me questionei se eu estaria com febre, porém, no fundo, eu sabia que era culpa de Itachi Uchiha.

May 5, 2021, 2:16 p.m. 0 Report Embed Follow story
5
Read next chapter T.1 Capítulo 2

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~

Are you enjoying the reading?

Hey! There are still 10 chapters left on this story.
To continue reading, please sign up or log in. For free!