birimbinha_nega Sayuri 💥

É quase Natal na UA e Kirishima tenta convencer seu amigo explosivo a participar das comemorações junto do resto dos seus colegas, lhe prometendo não apenas uma festa natalina comum, como também um Natal muito másculo. ☡AVISOS:☡ 1- A maioria dos personagens dessa história não me pertencem eles são do anime/Mangá Boku no Hero Academia (ou My Hero Academia). 2- Possui conteúdo maturo. 3- As imagens que eu utilizei não são minhas, mas eu as editei do meu jeito. 4- Plágio é crime.


Fanfiction Anime/Manga For over 18 only.

#yaoi #oneshot #ua #bakugou #kiribaku #bakushima #natal #kirishima #poprocks
1
1.4k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Um Natal Muito Másculo

━━━━━━━❮◆❯━━━━━━━


Só uma one-shot Kiribaku que eu fiz no Natal.

Espero que gostem.

Boa leitura.


━━━━━━━❮◆❯━━━━━━━




Faltavam apenas um dia para o Natal na UA e nossos heróis estavam se organizando para data, menos Bakugou.

_Pra quê que eu vou participar dessa merda?! - disse para o ruivo que pedia a sua cooperação.

_Ah, vamos, Bakugou! A Mina já prometeu que vai se comportar. - Kirishima falou, tentando convencê-lo.

_Que nem no ano passado ou no dia das bruxas? - perguntou com sarcasmo.

A amiga rosada deles, Ashido Mina, sempre fazia algo para constranger o loiro nessas comemorações.

No ano passado ela havia dado uma bengala doce gigante de presente para Bakugou. De início ele apenas havia achado tosco, mas ao ler um bilhete escrito "Use pensando no seu Daddy Shark" e ao ver que o objeto possuia um botão, ele entendeu que aquilo era um vibrador e, depois de queimar em raiva e vergonha, explodiu o presente e perseguiu a rosada pelos dormitórios.

A noite terminou com o Kirishima agarrando o loiro para ele não matar a amiga, enquanto a mesma se protegia atrás do pobre Midoriya que estava nervoso e o Sero apagando as chamas, que a explosão causou, com um extintor de incêndio.

No Dia das Bruxas, Mina perguntou "Gostosuras ou travessuras" para ele e o loiro apenas a ignorou. Na hora da festa, ela o fez cair de cara, no meio das perdas do Kirishima e Gritou:

_Cai de boca, Birimbinha!

E, de novo, a noite terminou com o ruivo o segurando, enquanto ela se escondia atrás do Midoriya que tentava explicar que foi só uma piada e o Sero apagando o fogo que as explosões de Bakugou fizeram ao errarem o alvo cor de rosa.

_De jeito nenhum vou fazer parte dessa porra!

_Por favor... vamos lá....... - disse, sacudindo o loiro.

_Eu já disse não, caralho!

_Deixa de ser ranzinza e aceita logo...por favor..... - pediu, então parou de sacudi-lo e aplicou-lhe um golpe baixo. Fez os olhos de filhote pidão - Por mim......

O loiro estalou a língua e empurrou a cara de Eijiro para longe.

_Tá bem, idiota! Mas para de fazer essa porra!

O ruivo abriu um largo sorriso, que fez o coração de Katsuki errar uma batida, então deu um abraço no loiro.

_Você é o melhor!

_Tá, tá, eu sei. Agora desgruda que eu tenho coisas para fazer.

Kirishima levantou da cama.

_Beleza! Mais tarde eu venho te buscar para todos nós organizarmos as coisas direito. Tchau.

_Vai logo, Cabelo de Merda. - o ruivo riu.

_Tá bem, Birimbinha. - saiu correndo, rindo, antes que o loiro jogasse o travesseiro em sua cabeça - Não se preocupe! Tenho certeza que esse Natal será muito másculo! Eu te prometo! - gritou de longe.

Bakugou riu depois disso e foi fazer as suas coisas.




(∩◕ヮ<)⊃━☆° *:🕒・゚✧.*





Como prometido, Kirishima passou no quarto de Bakugou para levá-lo para sala onde todos já estavam.

Depois de algumas discussões, conseguiram bolar um esquema para a festa.

_Ótimo. Está tudo resolvido. - Iida falou - A sala irá se dividir em quatro grupos. Shoji, Tokoyami, Tsuyu, Uraraka e Sato ficarão responsáveis pela comida. Hagakuri, Mina, Sero, Kouda e Aoyama pela decoração. Jirou, Kaminari, Momo, Ojiro e eu pelas atividades e Mineta, Todoroki, Midoriya, Kirishima e Bakugou serão responsáveis por comprar as coisas.

_Isso não é justo! Por que eu tenho que ficar no único grupo onde não tem nenhuma garota?

_Porque sim. - as meninas responderam.

_E ainda por cima, vai ficar de vela. - Mina falou, fazendo Deku e Todoroki corarem e Bakugou querer explodi-la, porém Kirishima o impediu.

_Ashido... - Eijiro disse, repreendendo a amiga.

_Parei... Eu parei... - disse com um sorrisinho no rosto q fez o ruivo revirar os olhos em desagrado.



(∩◕ヮ<)⊃━☆° *:🕒・゚✧.*




No dia seguinte, todos acordaram cedo para começarem os preparativos.

Os meninos pegaram a lista e foram comprar as coisas.

_Por onde começamos? - Mineta perguntou.

_Bem... - Midoriya desdobrou a lista - Pelo o que eu anotei, precisamos comprar comidas, bebidas e alguns enfeites de Natal que estão em falta.

_Por que caralhos os enfeites estão em falta? Ninguém usa aquela merda sem ser no Natal. - Bakugou falou.

_Talvez seja porque alguém tacou fogo em boa parte de eles no ano passado. - Kirishima falou, recebendo um soco no ombro de Katsuki em resposta, o que o fez rir e os outros também, menos Mineta que revirou os olhos.

_Vamos logo para a loja pegar a merda desses enfeites. - os outros concordaram e o seguiram.

O local estava cheio. É o que dar resolver comprar as coisas de última hora.

Eles passaram pela seção de fantasias, que estava um pouco mais vazia, e Kirishima viu a oportunidade perfeita para encher o loiro.

Pegou um gorro vermelho e colocou na cabeça de Bakugou, sem o mesmo perceber, depois pegou óculos sem lente.

_Katsuki. - o chamou.

_O que é?

_Não se mexa... - os garotos observavam a cena, em silêncio e Eijiro colocou os óculos no loiro e riu e os outros fizeram o mesmo.

_Você faria um ótimo cosplay de Papai Noel, Kacchan. - Izuku falou. A amizade dos dois havia se restaurado.

_Ainda falta a barba. - Kirishima aproveitou o momento de distração do loiro para colocar uma barba falsa no mesmo - Perfeito.

Katsuki estreitou os olhos para ele e pegou um nariz vermelho da pilha de fantasias, enfiando no narir do ruivo.

_Você também faz um ótimo cosplay de palhaço, Cabelo de Merda. - disse, "com raiva".

_Não é de palhaço. - Todoroki falou, vasculhando a pilha de fantasias - É de rena. - disse, antes de colocar uma tiara com chifres de rena em Kirishima.

Os dois se olharam no espelho e o ruivo riu enquanto o loiro revirava os olhos com tanta besteira.

Eijiro desviou os olhos do reflexo para olhar para Bakugou.

_Você sabe o que as renas fazem, né Bakugou?... - cantarolou com um olhar sapeca.

_Ah, não... nem fudendo. - disse, se distanciando - Eu conheço esse olhar. Pode parar com essa porra.

_Renas carregam o Papai Noel! - gritou, antes de pegar o loiro no colo.

_Me coloca no chão, seu filho da puta!

_Não. - ao ver que Katsuki ia esganá-lo, o jogou em seu ombro e o mesmo ficou socando as suas costas.

_Eu vou te matar, seu miserável!

Os meninos riam assistindo a cena e algumas pessoas em volta também.

_Não seja duro comigo... esse é o meu departamento. - o loiro segurou a risada, tinha que manter o seu papel de puto.

Quando Eijiro colocou Bakugou no chão, saiu correndo e o loiro foi atrás de si, então o ruivo gritou de longe para os outros:

_Nós pegamos a comida e vocês ficam com o resto!

Os meninos concordaram.




(∩◕ヮ<)⊃━☆° *:🕒・゚✧.*





Quando o loiro finalmente o alcançou, agarrou o seu pescoço esfregou um cascudo tão forte na cabeça do ruivo que desmanchou seus cabelos e fez a tiara ficar pendurada em seu maxilar.

_Para com isso, "Bom Velhinho" - disse entre risos.

_"Bom Velhinho" meu ovo! Isso é pra você aprender a parar de me fazer passar vergonha, Cabelo de Merda.

Com o passar do tempo, Kirishima acabou ficando maior do que o Bakugou e era difícil para o loiro mantê-lo naquela posição por muito tempo.

O ruivo então se soltou, segurando os punhos de Katsuki para o mesmo não estrangulá-lo.

_Não sei como você ainda não está acostumado. - disse rindo.

Bakugou acabou rindo também pois a risada do ruivo era contagiante.

_Para de cu doce, eu sei que você me ama brincou. - brincou.

O loiro então se soltou e apertou as suas bochechas.

_Eu amaria ainda mais descer a porrada em você. - disse, se amaldiçoando por rir.

MAS ESPERA UM MOMENTO! Ele não negou!

Kirishima então encarou o menor nos olhos, fazendo ambos corarem.

Nesse momento, uma menininha apareceu com a mãe e perguntou.

_Mamãe... dois homens podem ser um casal? - Isso os fez corar ainda mais.

_Isso não é coisa de se perguntar, menina e é claro que podem. - a mãe a repreendeu - Sinto muito se ela foi indiscreta com vocês dois.

_N-não se preocupe. É apenas uma criança. - o loiro ñ disse nada.

Quando se distanciaram um pouco, Kirishima se despediu da garotinha e ela se virou e disse:

_Tchau casal.

Os dois se entreolharam e coraram de novo.

_V-vamos comprar a comida, né? Hahaha... - o ruivo riu, sem graça.

Katsuki concordou e os dois foram fazer as compras.

Mais tarde se encontraram com o resto dos garotos e todos voltaram para os dormitórios.




(∩◕ヮ<)⊃━☆° *:🕒・゚✧.*





Mina, Sero, Hagakuri, Kouda e Aoyama organizavam a sala para a festa.

_Cheguei! - Mineta gritou pois estava com as mãos ocupadas para tocar a campainha.

Tsuyu foi abrir a porta e, depois de ela abrir a porta, Mina a puxou de lá bruscamente, quase fazendo-a cair.

_Por que você fez isso, Gero?

A rosada apontou para cima, mostrando um visco pendurado sob a porta. Tsuyu a abraçou e disse:

_Você é a minha heroína, Mina-chan.

_Qual é! Eu beijo muito bem. - o anão roxo falou.

_Por que você voltou mais cedo?

_Eu não aguentava mais a viadagem daqueles quatro. - colocou as compras no chão - Eles são uns idiotas mesmo viu. Eles tem todo o material pra fazer qualquer garota dar para eles, mas foram inventar de serem gays.

_Deixa de ser homofobico, Mineta. - Mina falou.

_Pessoal?! Alguém pode abrir a porta? - Izuku falou. Ele e Todoroki estavam com as mãos ocupadas pois seguravam as bebidas e parte dos lanches da festa.

_Estou indo! - Mina abriu a porta e saiu de perto de eles rapidamente.

_O que foi? - o esverdeado perguntou, confuso e ela apontou para cima, com um sorrisinho, mostrando o visco, o que o fez corar - Mina!

_É a tradição.

_Isso vale para pessoas do mesmo sexo também? - Todoroki perguntou, curioso.

_Claro que não! Pode parar com essa merda! Eu não aguento mais tanta viadagem.

Mina deu um chute tão forte no Mineta que o fez voar para o outro cômodo.

_É a tradição, rapazes. - disse, em fim.

_Se é a tradição... Eu posso fazer isso.

_T-Todoroki-kun... - disse, nervoso e tremendo feito vara verde, enquanto corava sem parar quando o bicolor se aproximou do seu rosto - T-talvez isso não s-seja necessá~ Foi interrompido por um beijo suave e um tanto apaixonado.

Quando seus labios se separaram, Midoriya não sabia onde enfiar a cara e acabou soltando a caixa, com as bebidas que estava segurando, para cobrir seu rosto ruborisado com as mãos. Por sorte, a rosada a segurou antes que caísse nos pés do esverdeado. Mina sorriu com a reação do amigo então ela lembrou de algo.

_Hey! Cadê o Bakugou e o Kirishima?

_Eles estavam discutindo sobre quem levaria o que. Como estavam demorando demais, nós vinhemos primeiro. - Todoroki falou.

Então eles os ouviram se aproximar e saíram de perto da porta.

_Porra, Cabelo de Merda, pra que ficar tanto tempo me amolando pra pegar parte das coisas que eu tinha que levar? Eu sou totalmente capaz de carregar mais da metade.

_Eu nunca disse que não era. Eu também queria carregar tudo sozinho, porém você não deixou. Mas de qualquer maneira, é sempre melhor dividir o peso por igual. É mais justo e você não se esforça a toa.

_*tsc*.

Eles já estavam chegando perto da porta quando Mineta apareceu.

_Cuidado! Tem um visco na porta!

Os rapazes se assustaram com o grito e pararam. Katsuki entrou primeiro e depois Eijiro.

_De nada. - Mineta falou, recebendo outro chute de Mina que, dessa vez, o levou para fora dos dormitórios.

Kirishima e Bakugou foram levar as coisas para a cozinha então a rosada gritou.

_Esperem!

Os dois pararam bruscamente.

_Quer me matar do coração, Ashido? - o ruivo perguntou, então ela começou a rir - O que foi?

A rosada apontou para cima onde havia outro visco pendurado na entrada da cozinha.

Os dois se olharam e lembraram do que aquela garotinha falou, corando logo depois, Kirishima mais do que Bakugou.

_O que você tá pensando que vai acontecer, Olho de Guaxinim?!

_Ashido! Somos dois homens!

_E o que é que tem? - colocou a caixa que estava com as bebidas na mesa, pegando a caixa de Kirishima logo depois - O Todoroki beijou o Mido.

_Isso é problema dele e não nosso! - Bakugou falou.

_É só um beijo, Bakugou, você já passou por coisa pior. - Sero brotou - Vai me dizer que é difícil para você?

_É claro que não, seu idiota! Eu posso até fazer mais do que isso!

Eijiro corou muito e todos ficaram em silêncio, olhando Katsuki até Kaminari gritar:

_Hoje tem, Kirishima! - Isso fez ps outros rirem e olhar para os dois com olhares de "HUMMMMMMMM".

_Espera. Não foi isso o que eu quis dizer, seus figurantes!

_Sei... - Mina falou - Beija logo ele, Birimbinha!

_Não!

_Deixa de cu doce, Kacchan! - Denki disse.

_Eu já disse que nã~ foi interrompido por um selinho rápido e tímido do Kirishima, fazendo o loiro arregalar os olhos e paralisar.

_Desculpa, bro. Não consegui pensar em mais nada para eles calarem a boca. - ele não falou nada - Bakugou?

Em vez de explodir a cara do ruivo, como todos esperavam, Katsuki apenas paralisou. Uraraka até tirou a caixa dos seus bracos para evitar um acidente. Quando voltou ao normal, sacudiu a cabeça e puxou o mais novo pelo colarinho.

_O que você pensa que está fazendo idiota?

_Me desculpa, mas se nós não fizéssemos nada, eles continuariam.

_E você acha que eles vão parar agora?! Você me beijou, Cabelo de Merda!

_Tá bem... pode ter sido burrice, mas pelo menos eles calaram a boca. E foi só um selinho, cara. Não é como se eu tivesse te dado um beijo de língua ou algo do tipo.

Bakugou ruborisou um pouco ao imaginar a cena, então soltou o ruivo e se afastou.

_Tanto faz. Eu vou pro meu quarto.




(∩◕ヮ<)⊃━☆° *:🕒・゚✧.*





Quando tudo já estava pronto, todos foram se arrumar para a festa e foram para a sala.

_Sero... pra que isso? - Jirou perguntou ao vê-lo com um extintor de incêndio nas mãos.

_É só por precaução.

A noite foi divertida, cheia de jogos, dança e música. Inventaram um karaokê improvisado, onde passavam apenas músicas natalinas. Também jogaram jogos antigos como imitação ou adivinhação de sombras. Jogaram baralho também.

Mais tarde inventaram de assistir um filme. Como já tinham comido toda a comida que prepararam, Uraraka trouxe as caixas cheias de lanches e distribuiu para os outros.

_Eu escolhi o filme perfeito para essa noite. - Mineta falou, mostrando a capa - Noeletes Apimentadas, quem chupará a bengala doce? - disse o título e o subtítulo, babando.

Os outros pegaram o DVD e ficaram passando um para o outro falando "Não" e "De jeito nenhum", até chegar no Todoroki que acabou queimando o objeto. Sero colocou a mão no extintor, mas Jirou ficou pisoteado as chamas até apagá-las.

_Opa...

_Como assim, "Opa"?! Você queimou o DVD! Como você pôde...

_Desculpa, foi sem querer.

_Você tacou fogo no negócio! Como isso foi sem querer?!

_Eh.... Sem querer?

O anão roxo bateu na própria cara.

_Não se preocupe. Eu tenho um filme melhor! - Kaminari falou, mostrando a capa de outro DVD e Bakugou logo se alterou, levantando do sofá e indo até o outro loiro.

_Nem fudendo! Eu sei que piada você vai fazer.

Ele tentou pegar o DVD do Grinch das mãos de Denki, sem sucesso.

_Qual é o problema? É só um desenho, cara. - Kirishima falou.

_Ele tá putinho porque ele parece o Grinch.

_Não pareço porra nenhuma, Cara de Burro! Me dá essa merda!

_Não.

Kaminari e Sero ficaram brigando de bobinho com o DVD e o Bakugou, enquanto Kirishima falava para eles pararem de provocar o loiro explosivo, então Mina viu a ocasião perfeita para aprontar.

Ela colocou o pé na frente do loiro fazendo-o cair com tudo no colo do ruivo.

_EU VOU MATAR VOCÊS!

Mina e Kaminari se afastaram e Sero pegou o extintor de incêndio, mas Eijiro o agarrou em seu colo para ele não ir pra cima dos seus amigos.

_Me solta, Eijiro, eu vou matar esses arrombados!

_Calma, Katsuki, foi só uma brincadeira. Não precisa matar ninguém.

_Me solta!

_Pelo amor de Deus, cara, aquieta o facho!

_Você não manda em mim, Cabelo de Mer~ parou de falar e se mexer quando sentiu algo duro em sua bunda, ruborizando muito e dando graças a Deus por as luzes estarem apagadas naquele momento.

_Por que ficou mudo do nada, Bakugou? - Mina perguntou - Tá sentindo alguma coisa interessante aí? - sussurrou para apenas os dois ouvirem.

Bakugou engoliu em seco e o ruivo ruborisou.

_Kirishima... O que é isso? - o loiro perguntou.

_Desculpa se eu te machuquei, cara. - Eijiro colocou as mãos no meio das pernas, tirando algo de lá - Era só o pacote de biscoito que a Uraraka me deu.

Katsuki soltou o ar que nem sabia que estava segurando.

_Agora que você está mais calmo... poderia sair do meu colo agora?

Bakugou saiu e se sentou ao lado de Kirishima.

_Por um minuto pensei que você tinha ficado duro por causa da bunda do Bakugou, Kirishima. - Mineta falou, fazendo os dois ruborizarem mais ainda, e Bakugou jogar uma explosão nele.

A roupa dele começou a pegar fogo e Tsuyu ficou pisando nele para apagar as chamas.

_Isso não tá funcionando! - gritou.

_Finalmente! - Sero pegou o extintor e apagou o fogo com a espuma.

Eles acabaram assistindo o filme do Grinch mesmo.

_Ele realmente lembra muito a você, Kacchan.

_Cala a boca, Deku!

_Mas é verdade. É uma pena que o Grinch não tenha um Kirishima.

Os dois coraram.

_Vai se fuder, Meio-a-Meio!

Depois do filme, todos pegaram seus presentes. Todos haviam dado uma quantia de dinheiro no dia anterior e escolheram os presentes de cara um.

Aoyama ganhou um espelho com luzes em volta.

_Ah! Eu amei! Cintilante e maravilhoso comme moi.

_Sabiamos que você ia gostar. - Mina falou.

Uraraka ganhou uma maletinha rosa cheia de dinheiro.

_Isso é muito dinheiro!

_A Yaomomo deu a metade. - Jirou falou.

Tsuyu ganhou uma boia grande com tema de sapo.

_É tão Kawaii, obrigada, gero.

_Eu também achei que super combinava com você. - Uraraka falou.

Midoriya ganhou uma pelúcia de um brócolis com rosto Kawaii e outra do All Might.

_Eu adorei! - disse abraçando os presentes - É tão fofinho...

_A de brócolis principalmente. Me lembra você.

_T-Todoroki-kun... - Izuku não sabia se se sentia ofendido ou com a cabeça nas nuvens por causa da comparação.

Todoroki ganhou uma almofada para pescoço com o tema de gelo na parte de cima e de fogo na parte de baixo, junto com uma máscara para dormir com os mesmos temas.

_Isso me parece muito confortável. Eu gostei.

_Espero que sim. Foram escolhidos com muito carinho e... Shouto?- o bicolor já estava usando e dormindo no sofá.

Tokoyame ganhou um moletom escuro escrito "Senhor da Escuridão" nas costas.

_Esse presente é sombrio e tenebroso como a minha alma. Eu gostei. Obrigado amigos, vocês são amigos.

Jirou ganhou duas camisetas personalizadas. Uma havia um desenho de uma caveira com fones de ouvido e na outra havia o nome "Rainha do Rock" na frente.

_Obrigada, gente. Eu realmente amei.

_Só é uma pena que com essas roupas você fique ainda menos feminina. - Mineta falou, recebendo um plug no ouvido logo depois.

Mineta ganhou uma bíblia de presente.

_É sério?

_Você tá precisando. - as meninas falaram.

Kaminari ganhou uma pelúcia de Pikachu que dava beleza para os outros.

_Hahaha, onde vocês acharam isso?

_Tem de tudo na internet, meu amigo. - Mina falou.

Mina ganhou uma pelúcia de Guaxinim e um chaveiro de Alien.

_Isso foi ideia do Bakugou, não foi?

_Talvez... - o loiro disse.

Continuaram abrir os presentes até chegar na vez do ruivo.

Kirishima ganhou um tubarão vermelho de pelúcia e crocs da mesma cor, com alguns detalhes na sola.

_Eu amei, pessoal. São presentes muito másculos.

_Não acredito que deram isso para ele. - Bakugou falou.

_Se você tinha um presente melhor, por que não falou nada, Bakugou? - Iida perguntou.

_Porque eu sabia que ele ama esse lixo.

Ele recebeu um "HUMMMMMMMMM. Conhece bem, né? " das garotas.

_Calem a boca, figurantes!

Quando finalmente chegou na vez de abrir o presente de Bakugou, Mina falou:

_Nem invente de falar mal, pois você merecia carvão. Só não ganhou isso porque o Kirishima não deixou.

As meninas voltaram a falar "HUMMMMMMMM, granola".

_Já falei pra calarem a boca!

Bakugou abriu a caixa e tinha uma pelúcia de baiacu, junto com um chaveiro de granada.

_Isso foi sua ideia, não foi, Peppa Pig?

_Talvez... - a rosada disse rindo - Mas espera. O chaveiro abre.

Quando Bakugou abriu o chaveiro, viu duas fotos pequenas. Uma com ele e o Bakusquad quando eles o levaram a força para um parque de diversões. Ele lembrava desse dia, Kirishima tentava o animar de todas as maneiraras possíveis. E na outra foto haviam apenas ele e o Kirishima. Aquela era uma das poucas fotos em que conseguiram capturar um sorriso bonito de Bakugou. Também, como ele não poderia sorrir? Sempre que estava com o ruivo se sentia feliz e completo.

_Eu vi um sorrisinho aí? - Jirou perguntou.

_O que? Não!

_Eu também vi... - Kaminari falou.

_O que vocês andam cheirando? Merda?




(∩◕👄<)⊃━☆° *:🕒・゚✧.*





A noite acabou tranquila e feliz e todos voltaram para os seus quartos depois.

_Boa noite, pessoal. E feliz Natal. - Kirishima falou e os outros responderam.

Eles começaram a subir as escadas.

_Viu só? Foi tão ruim assim? - Kirishima perguntou para Bakugou.

_A Peppa Pig ainda ficou enchendo meu saco. E pior! Não foi só ela.

_Ah... para com isso. Eles não fizeram nada tão sério. Você nem tacou fogo em nada. Bem. Você tacou fogo no Mineta, mas não causou nenhum incêndio ou queimadura grave, então tá valendo.

Bakugou ficou em silêncio até eles chegarem nas portas dos quartos. Como Kirishima tinha percebido que ele estava pensando em algo, não o interrompeu.

_Bem... Boa noite, cara. - disse, já indo entrar no quarto, mas Bakugou o impediu.

_Ei, espera.

_O que foi, bro?

_Vem cá. - puxou o ruivo para dentro do seu quarto e começou a procurar por algo dentro de ele.

_Bakugou? O que está procurando?

Ele pegou uma caixa que estava dentro do seu guarda-roupa.

_Toma.

_O que é isso?

_Abre para descobrir, seu imbecil.

_Tá bem, grosso. - Kirishima tirou a embalagem da caixa, revelando ser um boneco de colecionador.

_Eu sei que você gosta desses troços, então eu comprei esse para você.

Era um boneco do Red Riot edição limitada. O dono de uma famosa fábrica de bonecos no Japão resolveu lançar esse produto quando Kirishima o salvou de um ataque.

E para deixar esse boneco mais especial ainda, essa foi a mesma fábrica responsável pelos primeiros bonecos do All Might e do Crimissom Riot e esse boneco do Red Riot podia fazer uma pose combinada com o de Crimissom se os deixassem juntos.

Kirishima queria comprar um, mas como era uma edição limitada, se esgotou muito rápido.

_Como você conseguiu? - perguntou surpreso.

_Assim que anunciaram que começariam a vender, eu fui para o site e encomendei.

_Nossa... Eu nem sei o que dizer... Obrigado! - disse, realmente feliz, o abraçando em seguida.

Então eles se separaram.

_Poxa... agora eu me sinto mal. Eu não comprei nada para você.

_Não precisa. Você já me deu muita coisa, Cabelo de Merda.

_Mas eu não acho justo. Até porque... é Natal, né?

_Não precisa, Eijiro.

_Claro que precisa. Até porque você me deu um baita de um presente. Vamos lá, Bakugou... eu tenho que ter alguma coisa que você goste. Espera um momento.

Foi até o seu quarto guardar os presentes e procurar alguma coisa para dar para o Bakugou.

Depois de um tempo, voltou cabisbaixo.

_Eh... acho que eu realmente não tenho nada que você goste. - disse, coçando a nuca.

Bakugou parecia estar pensando de novo, então ele se aproximou do ruivo.


{🚨ALERTA DE CLICHÊ!🚨}


_Já que você insiste tanto, tem uma coisa que eu quero muito.

_Sério? O quê?

O loiro soltou uma risada e se aproximou ainda mais do ruivo.

_Você. - ele o beijou apaixonadamente e, sem entender ao certo do por quê, Kirishima devolveu o beijo com a mesma intensidade.

Eles separaram suas bocas por causa da falta de ar.

_Por que você fez isso?

_Será que eu ainda tenho que falar que te amo pra você entender, idiota?

_Mas nós dois somos homens.

_Homens que acabaram de se beijar e se você não gostou, por que devolveu o beijo?

Não deu tempo de responder pois Katsuki já estava com a língua na boca de Eijiro de novo.

Esse beijo foi ainda mais intenso, com direito a puxão de cabelo e tudo.

Eles se separaram de novo por causa da falta de ar e Bakugou empurrou Kirishima, fazendo-o cair em sua cama.

_Hey!

_Cala a boca, Cabelo de Merda. - disse, tirando a própria camisa - Eu senti algo grande aí e não foi a porra de um pacote de biscoito.

Katsuki subiu em cima de Eijiro e tirou sua camisa, pepois passou para a calça, desabotoando-a, revelando uma ereção escondida pelo tecido da cueca.

_Você ficou duro só por causa dos meus beijos.

_Eu não sou o único aqui. - disse, olhando para o pequeno volume que se formava nas calças do loiro.

_Cala a boca.

_Vem me fazer. - disse com um sorriso malicioso.

Bakugou voltou a beijá-lo, mas dessa vez ficou rebolando no colo do ruivo, deixando-o ainda mais duro.

Kirishima interrompeu o beijo e segurou as nadegas do loiro.

_Minha vez. - disse, invertendo as posições e ficando por cima do mais velho, beijando-o logo em seguida.

Eijiro desceu sua boca até a orelha de Katsuki onde sussurrou sem vergonhezas para o loiro, então deslizou sua boca até o pescoço onde depositou alguns chupões e mordidas leves, indo para os seus mamilos logo em seguida.

Então eles voltaram a se beijar loucamente.

Aquela noite foi incrível para ambos.

Foi realmente um Natal muito Másculo.











━━━━━━━❮◆❯━━━━━━━


Não saiu tão bom quanto eu imaginava, mas dá para o gasto.


Se você estava esperando um Lemon, vá orar porque eu não vou fazer isso numa fic de Natal.


Mas quem sabe em outra fic no futuro, se eu tiver coragem...


Em fim, espero que tenham gostado.


Feliz Natal e Beijos Explosivos!


🎄💥💋💥🎄


━━━━━━━❮◆❯━━━━━━━


Feb. 18, 2021, 2:42 a.m. 1 Report Embed Follow story
2
The End

Meet the author

Comment something

Post!
Us Um ser
Rachei de rir lendo isso 😂😂😂😂😂😂😂😂😂
March 14, 2021, 11:59
~

Related stories