emilly_correa Emilly Correa

Estava limpando minhas coisas e encontrei um panfleto de passeio de barcos de Bombinhas-SC, e me lembrei da melhor viagem da minha vida.


Memoir & Life Stories All public.

#conto #férias #lembranças #nostalgia #infância #Histórias-da-vida #praia #mar
Short tale
2
2.3k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

Aquela Manhã

Talvez para as pessoas que morem no litoral não seja lá grande coisa. Tenho quase certeza que vocês até enjoam da praia e do mar.


Mas veja bem, eu moro a mais de mil metros acima do mar e viajo pra praia a cada três anos no mínimo - o resto das férias passando enfurnada em casa porque não tenho dinheiro nem amigos pra sair e curtir. Então eu sempre amei o mar e a praia, e nenhum outro lugar consegue me deixar tão ansiosa e animada quanto o mar de Santa Catarina.


Não é um Pernambuco ou Ceará da vida, mas aqui no sul talvez seja uma das melhores praias, lugar favorito dos argentinos e uruguaios. Santa Catarina tem algum amor às praias e cuida do saneamento, diferente do meu estado. Tanto que depois que meus pais descobriram Bombinhas, nunca mais quiseram voltar pra Guaratuba ou Matinhos.


Aquela não foi a primeira vez que eu fui pra praia, mas definitivamente foi a vez mais marcante de minha vida, por causa daquele amanhecer que estávamos chegando em Porto Belo - cidade que antecede Bombinhas.


Estava amanhecendo naquele momento depois de viajarmos a madrugada toda, chegando na praia logo pela manhã pra aproveitar o dia inteiro. Acordei com desconforto por dormir com a cara encostada na porta, as estradas esburacadas não ajudando muito. Não podia deitar atrás por causa do meu irmão e o espaço mínimo do Agile 2007 dos meus pais.


Acordei aos poucos conforme o céu clareava e deixávamos a serra, ainda irritada por ficar tanto tempo dentro do carro apertado. Fiquei olhando o mato e caminhões de grãos passarem do lado, a mesma paisagem de quase toda a viagem, sem ter outra forma de entretenimento. Foi quando meu pai me chamou a atenção e disse pra eu olhar pra frente.


Fazia muito tempo que não ia pra praia e nunca fui muito boa de memória pra essas coisas, e deve ter sido por isso que eu fiquei encantada com o nascer do sol. À vários quilômetros estava a cidade de Porto Belo, e logo atrás o mar de águas sem fim brilhando em dourado e laranja como um mar de moedas, com o astro rei a poucos metros do horizonte brilhando em toda a sua imponência, cercado de nuvens esculpidas perfeitamente no céu laranja e rosado.


Até hoje me odeio por não ter um celular pra bater uma foto do momento. Nunca mais consegui ver uma paisagem como aquela de novo. Mas o que importa e dá valor pra aquela imagem, foi que talvez ela seja a melhor viagem da minha vida até hoje. Essa lembrança me leva as várias outras - nos hospedar num hotel de terceira e passar o dia inteiro boiando no mar até a pele polaca parecer uma lagosta, rir da minha mãe comendo camarões com um metro e meio de bigode, jantar um bom e velho espeto corrido com músicas populares alegrando todo mundo, rir e passear na praia até de noite por três dias das férias perfeitas.


E quase sete anos depois achei um panfleto de viagem de barco perdido nas minhas coisas, me fazendo lembrar daquela mesma imagem: a miríade águas douradas como ouro se estendendo até o infinito do céus e da terra, hoje tão longínquo quanto a infância, e tão utópica quanto a alegria boba e inocente, uma criança grata e feliz apenas com a visão do litoral.

Jan. 29, 2021, 5:20 p.m. 3 Report Embed Follow story
4
The End

Meet the author

Emilly Correa Só mais uma escritora desocupada que escreve coisas aleatórias por prazer.

Comment something

Post!
 Silva Silva
Oi Emily, eu fiquei até chateado de não ter lido essa obra sua antes. Realmente uma narrativa linda que faz aquela volta ás boas memórias da infância. Acho que esses pequenos grandes momentos são o que tornam a vida mais bonita. Meus parabéns e perdão pelo atraso! <3
1 week ago
Joalison Silva Joalison Silva
Olá. Não sou muito de comentar, sou mais do tipo que curte ou avalia, mas devo dizer que nesta aqui me senti na obrigação de o fazer. Não sei se a história é autêntica ou baseada numa memória sua, de qualquer forma achei incrível toda a descrição e narração, me senti como se estivesse ao lado da personagem (e agora tenho minhas dúvidas se não estava lá também kkkk). Foi uma narrativa simples, mas muito bem feita. Parabéns. Com certeza vou ficar de olho nas suas próximas história. Até
March 16, 2021, 21:07

  • Emilly Correa Emilly Correa
    Oi, tudo bem? É realmente uma surpresa te ver por aqui ksks Mt obg por comentar aqui e os elogios. Foi realmente uma memória minha que tive quando achei um panfleto de passeio de barco de alguns anos atrás, me deu vontade e eu botei no papel (igual meu outro "conto" de reveillon, só que bem menos emotivo e viajado). Mais uma vez obg por seguir e comentar na história, e foi mal por não responder antes. Justo qnd recebo feedback resolvo sair um pouco do site kkkkkk tudo de bom! March 19, 2021, 02:43
~