mschneider21 Margot Schneider

Histórias que a escola se esquece de contar – O Mundo O texto fala sobre a origem da expressão “OK”. Como o texto foi escrito pensando em crianças, sempre que um termo menos usado coloquialmente aparece, logo a seguir eu coloco um sinônimo entre parênteses ou uma curta explicação do seu significado. No fim da história há um teste divertido referente ao que foi contado.


Non-fiction All public.

#Martin-Van-Buren #Irlandeses #Colorados #Yankees #Expressão-linguística #Guerra-da-Secessão #ok
Short tale
0
2.3k VIEWS
Completed
reading time
AA Share

A origem da expressão “OK”

"As línguas, como as religiões, vivem de heresias."

Miguel de Unamuno


Você certamente, ou já usou a expressão “OK” ou já ouviu alguém usar. Usamos o “OK” quando queremos dizer que “está tudo bem”, “tudo certo”, “de acordo”. Existem várias teorias para a origem do OK – que se lê “Oquei”. Uma delas diz que em 1840 durante a campanha política para presidência da república dos Estados Unidos, um dos candidatos era Martin Van Buren, que tinha por apelido "Old Kinderhook" (Velha Kinderhook). Ele nasceu em Kinderhook, uma cidade no Estado de Nova York e durante a propaganda eleitoral, as iniciais OK – de Old Kinderhook – se popularizaram e na época faziam graça dizendo coisas como “votando em OK as coisas estarão “orl korrect” – all correct quer dizer, “tudo correto”. Martin Van Buren acabou sendo eleito e foi o oitavo presidente dos Estados Unidos, de 1837 a 1841.

Os irlandeses foram um dos muitos povos que migraram para os Estados Unidos da América e ajudaram a formar a cultura norte-americana. Outra explicação para o “OK” é a de que os irlandeses costumavam usar frequentemente o termo “Och Aye” que se lê “Ock-Ai” e que significa “Oh, sim”. Neste caso, a expressão OK é uma derivação (mudança) do termo “Och Aye”.

A versão talvez mais aceita porém, é a de que durante a guerra civil americana, a Guerra da Secessão que aconteceu entre 1861 e 1865, alguns oficiais do norte do país, os chamados Yankees, tinham a responsabilidade de contar as baixas(1) durante as batalhas e quando ninguém havia morrido, escreviam em uma placa "0 Killed", que quer dizer 0 mortos. Com o uso contínuo dessa forma de anotar as baixas, o “0 Killed” passou a ser anotado simplesmente como “0K” que também significava que ninguém havia morrido e portanto “estava tudo bem”. Como o numeral “0” é igual a letra “o”, quando alguma coisa “está bem”, passou-se a dizer “OK” (Okay), ou “Óquei”, uma vez que a letra K no inglês se pronuncia “quei”.


Notas:

1 – Baixa: perda, por morte, ferimento ou aprisionamento, sofrida pelas forças armadas.

2 - Miguel de Unamuno: foi um poeta e filósofo espanhol, nascido em 1864 e falecido em 1936.

Teste seu conhecimento:


1 – Quem foi o oitavo presidente dos Estados Unidos da América?

1. Martin Van Buren de 1837 a 1841;

2. Thomas Jefferson de 1801-1809;

3. Theodore Roosevelt de 1901-1909;


2 – Qual destes povos emigrou em massa para os Estados Unidos da América?

1. Tibetanos;

2. Turcos;

3. Irlandeses;


3 – O que foi a Guerra da Secessão?

1. Uma guerra civil nos EUA entre o norte e o sul do país, onde o sul queria se separar do norte;

2. Uma guerra nos EUA para decidir quem seria o presidente sucessor;

3. Uma guerra entre os americanos e irlandeses que aconteceu nos EUA;


4 – Entre que anos aconteceu a guerra da Secessão?

1. Entre 1861 e 1865;

2. Entre 1888 e 1901;

3. Entre 1776 e 1865;


5 – O pessoal do norte dos EUA durante a guerra da Secessão era chamado de Yankees. E como eram chamados o pessoal do sul?

1. Coloridos;

2. Colorados;

3. Confederados;


Jan. 13, 2021, 11:13 a.m. 0 Report Embed Follow story
1
The End

Meet the author

Margot Schneider Margot Schneider é o pseudônimo adotado pela escritora brasileira, nascida em Santos. Mudou-se para São Paulo, estudou Ciências da Computação o que lhe permitiu mais tarde trabalhar como desenvolvedora de sistemas de informação na Suíça, onde mora desde o ano 2000. A escritora adora tocar piano, violão, ler, viajar, conhecer gente, conversar, aprender outras culturas, novas línguas e atualmente só usa os computadores para trocar e-mails e escrever, mais uma paixão descoberta.

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~