banshee123 Lydia Martin

Parisa Bascher é uma banshee novata, ela não sabe oque pode fazer se não conseguir se acostumar com sua nova forma, mas ela conseguiu se adaptar a sua nova família.


Fanfiction Series/Doramas/Soap Operas Not for children under 13.

#sobrenatural #fanfic #lobos #banshee #teenwolf #lydiamartin
0
2.3k VIEWS
In progress
reading time
AA Share

Acônito

Eu sou Parisa Bascher, tenho 18 anos, moro em Kansas City, estudo em Kansas City Academy, e um fato não tão importante assim: eu tenho amigos sobrenaturais.

Você deve estar pensando: ''Oque?!''

E eu te respondo: ''Isso mesmo''

Akhanta é uma Kitsune.

Bryan é uma Werecoyote.

Ian é um Alpha.

Elijah é um Beta.

Maya é uma Ômega.

Eu sou uma humana, junto com o Tyler, que também é humano.

Neste momento são as exatas 13:32 da tarde, e nós estamos indo para a escola.

(Tyler)-Eu não acredito que a gente vai ter que assistir aula de novo.

(Eu)-Hoje ainda é Segunda, se prepara porque a gente tá de detenção, e vai vir pra escola no Sábado.

(Bryan)-Como é que é?

(Ian)-Não sabia que a gente estava de detenção.

(Eu)-Estava não, estamos.

(Maya)-Sério, se passarem mais um trabalho esse mês, eu coloco as garras pra fora.

(Eu)-Se controla, mas eu faria o mesmo, então, não se controle.

(Tyler)-Vamos entrar logo, aff.

QUEBRA DE TEMPO

(Maya)-Vocês viram a audácia daquela professora de artes?

(Ian)-Ela era muito chata, mas o melhor foi o sermão que ela deu na Parisa quando percebeu que ela não estava prestando atenção na aula.

(Bryan)-Verdade, eu me segurei pra não rir.

(Eu)-é, gente, eu vou para a floresta antes que fique muito tarde, a gente se vê depois, tchau.

(Tyler)-Tchau.

QUEBRA DE TEMPO

Precisava vir aqui, esse é o único lugar que me traz paz.

Mas obviamente essa paz não vai durar muito tempo.

De repente, um homem apareceu na minha frente, e começou a vir na minha direção, a minha única reação foi correr.

Mas ele me agarrou pelo meu braço antes que eu pudesse fugir, e me levou para uma cabana perto do lugar da floresta onde eu estava.

(Eu)-Quem é você? Oque esta fazendo?

(Noah)-Eu sou Noah, e eu vou fazer umas coisinhas com o seu sangue.

Ele me jogou em uma maca, e começou a drenar o meu sangue.

(Eu)-Isso não vai ficar assim, meus amigos vão me achar, e você vai estar ferrado.

(Noah)-Não precisa surtar, eu vou deixar você ir embora, mas antes, preciso fazer algumas coisas.

Antes que eu pudesse falar algo, um grito agudo rodeou a cabana, fazendo todos os vidros quebrarem, e logo fez o Noah cair.

(Nath)-Tenho certeza que você não me conhece, mas a partir de agora, você faz parte do meu sangue, e da minha família. Eu sou Nathalia, e eu vou te curar.

(Eu)-Você vai fazer oque?

Antes dela me responder, ela usou um pequeno bisturi que havia no local, e cortou seu pulso.

(Nath)-Você vai me agradecer por isso algum dia filha.

Ela colocou o pulso na minha boca, fazendo seu sangue entrar no meu organismo.

(Nath)-Me perdoa, mas isso vai doer.

Antes que eu pudesse raciocinar oque estava acontecendo, ela quebrou o meu pescoço.

QUEBRA DE TEMPO

Eu acordei no meio da floresta, afastada da cabana, a Nathalia estava do meu lado.

(Nath)-Eu sei tudo sobre você, sei que seus pais morreram, e também sei que seus amigos são sobrenaturais, aliás, eu também sou, e você, agora, é como eu.

Eu me levantei, olhei ao meu redor, então foi ai que eu percebi que estava nua.

(Nath)-Você agora é minha filha, e vai morar comigo.

Ela me estendeu um casaco comprido, e eu vesti.

(Nath)-Siga-me, mas, antes, você tem que saber de uma coisa, você é uma banshee.

(Eu)-Uma oque?

(Nath)-Um ser cujo é mensageiro da morte, o nosso grito pode ser ouvido a km de distância, e em casos estremos, atê mesmo estourar um crânio.

(Eu)-Eu sou isso? Eu sou uma banshee?

(Nath)-Sim, agora, chega de conversa, vamos para casa.

QUEBRA DE TEMPO

(Nath)-Essa é a nossa casa.

(Eu)-Nossa, ela é linda.

(Nath)-Entre, você vai conhecer suas novas duas irmãs.

(Eu)-Ok.

(Nath)-Essas aqui são a Cleo e a Aila.

(Eu)-Olá.

(Cleo)-Nossa, ela é linda.

(Aila)-Vem, a gente vai te mostrar o seu quarto.

(Eu)-Esse é o meu quarto? Ele é gigante.

(Cleo)-A gente sabe que você gosta de desenhar, e que ama cantar, então a gente fez o máximo para deixar esse quarto a sua cara.

(Aila)-Vamos logo para a cozinha, nossa mãe deve estar nos esperando, vem Parisa.

Eu segui elas, eu agi tão naturalmente, parecia que eu já conhecia elas, eu me acostumei em menos de 3 horas com a minha nova família, eu estava feliz, então eu resolvi continuar tudo normalmente, a gente jantou, conversou, nos conhecemos melhor, e depois fomos dormir, mas eu tive um pesadelo.

No pesadelo, eu estava presa em um caixão imenso cheio de água, e eu estava me afogando, atê que alguém apareceu, abriu o caixão, me entregou uma planta e disse: ''isso é Acônito, e pode matar todos que você ama.'' Depois disso, todos os meus amigos começaram a morrer do nada, e eu me desesperei.

Eu acordei do pesadelo gritando muito, e foi ai que eu percebi o quanto o meu grito era poderoso.




Sept. 26, 2020, 6:52 p.m. 0 Report Embed Follow story
0
To be continued...

Meet the author

Comment something

Post!
No comments yet. Be the first to say something!
~