New writing contest available! #AParallelUniverse. Weiterlesen.
kztironi Karina Zulauf Tironi

Tudo foi sempre intenso, mesmo quando nevava, eu não conseguia ficar dentro de casa e esperar que passasse. Eu precisava estar lá fora e sentir na pele.


Kurzgeschichten Alles öffentlich.
Kurzgeschichte
1
2.9k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Esta (sensa) ções

Nenhum de nós teve culpa, tanto do início quanto do fim; ele aconteceria de qualquer forma, tivéssemos nós consciência disso ou não. Somos como uma estrela queimando e morrendo, mas não sem antes fazer um espetáculo.

Passamos por todas as estações, de forma desordenada e muitas vezes repetida. Cada uma delas esteve presente como um terceiro elemento no relacionamento.

O inverno foi o começo.

Foi o primeiro floco de neve, caindo bem na ponta do meu nariz, sem que eu percebesse. Uma sensação no corpo inteiro, uma premonição e um arrepio. Meus cabelos foram embalados pelos braços do vento frio e minhas bochechas adquiriram um tom rubro. Olhei ao redor, para todo aquele azul do céu e para o branco no chão. As pontas dos meus dedos ficaram dormentes.

A primavera se esgueirou por debaixo da minha alma, sentimentos começaram a crescer dentro de mim, raízes tomaram meu coração e flores brotaram em meus pulmões. Era difícil respirar, mas eu continuava sorrindo. Eu estava feliz. Aquilo era tão lindo e puro e gentil, como eu poderia parar de sorrir?

Então o calor do verão e da descoberta, a excitação de algo novo e completamente empolgante. Eu fui abençoada com a luz, com a sensação incrível e maravilhosa de ser abraçada por um raio de sol. O mundo estava iluminado, cheio de vida e alegria. Tudo parecia estar em seu lugar certo no mundo.

E... o outono chegou.

O sol se escondeu atrás de uma nuvem escura e senti frio quando a sombra roubou meu calor. Olhei ao redor para as folhas em tom âmbar fazendo sua conhecida dança até o chão. Era tão lindo, mas porque eu queria desesperadamente chorar? Por que eu tinha a clara sensação de fim, de que algo estava terminando?

Essas est (sens) ações se repetiram, eu voltei a sentir o calor, a excitação, assim como voltei a sentir o frio e a melancolia. Tudo foi sempre intenso e eu sofria na mesma profundidade que sorria; e, mesmo quando nevava lá fora, eu não conseguia ficar dentro de casa e esperar que passasse. Eu precisava estar lá fora e sentir na pele.

Não acredito que foi uma má escolha, porque eu teria perdido muitas coisas se tivesse permanecido trancada dentro de casa, enrolada em uma manta quentinha. Eu teria perdido a experiência excruciante de quase congelar e a alegria de poder voltar correndo para me esquentar em frente à lareira. Eu teria perdido a oportunidade de pegar uma das folhas secas das árvores nas mãos enquanto caía e sentir seu toque em meu rosto. Eu teria perdido a oportunidade de sentir meu corpo irradiar luz do sol. Tudo isso se tivesse permanecido dentro da segurança da minha casa, observando tudo pela janela.

E eu não me arrependo de nada disso. Como poderia? Saboreando essas estações eu me senti viva, me senti humana, me senti uma exploradora, pulando de minha zona de conforto para algo completamente novo e um pouco assustador.

Então eu queimei, como uma estrela cadente. Mas não sem antes fazer um espetáculo.

E, caramba, que espetáculo.

25. Februar 2020 16:48:16 2 Bericht Einbetten 4
Das Ende

Über den Autor

Karina Zulauf Tironi Só uma menina tentando transformar seus monstros em histórias que possam entreter. Escritora, autora, e entrei na plataforma para divulgação gratuita (uhuuu). Espero que isso dê certo.

Kommentiere etwas

Post!
Douglas Voigt Douglas Voigt
Você tem o dom de mergulhar a caneta na minha alma e escrevê-la num papel. Obrigado. ❤️
March 12, 2020, 01:48

~