Como eu morro? Follow einer Story

S
Sabrina Teixeira


Logan 1995, a pacata cidade litorânea estava prestes a presenciar sua maior história criminal de todos os tempos, atraindo atenção dá mídia e a comoção de todo país e de uma nação.


Krimi Nicht für Kinder unter 13 Jahren.

#ação #morte #ficçao #segredos #239 #familia #378 #sequestro #crime
1
1.7k ABRUFE
Im Fortschritt - Neues Kapitel Jeden Samstag
Lesezeit
AA Teilen

Introdução

No ano de 1995 a família Stifler se mudo para Logan, uma cidadezinha litorânea no sul dos EUA. Harry Stifler era engenheiro, seu sonho sempre foi mudar para Logan, e estava realizando o mesmo após a empresa que trabalhava ter se mudado para a cidade. Sua família possuía mais membros do que as famílias locais, talvez devido ao fato de serem de um lugar onde as pessoas tinham mais filhos? Em Logan as pessoas tinham no máximo dois filhos, mas os Stifler eram em seis, e não se importavam nenhum pouco em ter quatro filhos, pelo contrário, os amava muito.

O mais velho dos filhos era Joshua, ele tinha vinte anos e estava prestes a entrar na universidade, queria cursar psicologia, era seu sonho desde muito novo; os do meio eram Azaléa e Christopher, os gêmeos tinham quinze anos e estavam no ensino médio, eram os prodígios dá família e por último, Karin, a menininha de dez anos era a mais nova dentre todos, era a mais mimada dá família, mesmo com a pouca idade, já sabia fazer coisas que normalmente apenas as crianças mais velhas faziam. Aimée era a mãe, uma mulher com seus quarenta e dois anos, tinha cabelos ruivos e olhos verdes, a mulher trabalhava como cabeleireira antes de se mudar para Logan, ela era formada em pedagogia, mas nunca foi uma área que a interessou de verdade, Harry ao contrário dá mulher, tinha cabelos castanhos e olhos na mesma cor, era um homem de postura séria e raramente o viam sorrir. Joshua tinha cabelos castanhos como o pai e olhos verdes como a mãe, era alto e tinha o corpo definido devido ao box – era lutador na época de escola – o moreno estava prestes a iniciar seus estudos, Logan parecia a cidade perfeita diante dos olhos do pai e ele não queria acabar com as esperanças de dias melhores do pai; Azaléa e Christopher eram os do meio, ambos ruivos como a mãe, Cris tinha os olhos verdes e Azzy havia nascido com heterocromia, possuía um dos olhos verdes enquanto o outro era castanho. Os gêmeos eram considerados os prodígios dá família, Christopher tocava diversos instrumentos musicais desde muito novo e Azaléa era o prodígio das telas, pintava desde muito nova e amava o que fazia, dentre a arte e música, os meninos eram muito bons de mira, antes moravam em uma casa com um quintal grande, sempre brincaram de tiro ao alvo e arco e flecha – mas em Logan, não podiam brincar como em sua antiga cidade. Karin era a mais nova e consequentemente, a mais protegida dá família, a menina tinha os cabelos castanhos e os olhos verdes, mesmo pequena sabia fazer diversas coisas, cozinhava tão bem quanto a mãe, adorava música e cantava muito bem, era raro encontrar a menina em algum cômodo dá casa em silêncio.


Mas falando sobre Logan, era uma cidade pequena do litoral, daquelas em que todos se conhecem e dificilmente você passa despercebido. Por mais que Logan fosse menor que a antiga cidade dos Stifler, era um lugar mais seguro, as crianças teriam mais liberdade e poderiam recomeçar a vida sem os erros do passado. Haviam comprado uma casa a alguns quilômetros dá praia, era um tanto quanto grande; possuía quatro quartos no andar de cima, três banheiros, um escritório, a sala, a cozinha no térreo e o porão. A divisão dos quartos a princípio deveria ser Josh em um quarto, Cristopher em outro e as meninas juntas, mas acabou que os gêmeos ficaram juntos, deixando Karin sozinha em um quarto. Eram tão acostumados a ficar juntos que dividir um quarto não era um problema para ambos.


Tudo parecia perfeito na vida dos Stifler, mas a verdade é que a vinda para Logan iria se tornar o maior pesadelo dá família em breve.

2. Januar 2020 18:40:44 1 Bericht Einbetten 2
Lesen Sie das nächste Kapitel Bem vindo a Logan

Kommentiere etwas

Post!
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Olá! Escrevo-lhe por causa do Sistema de Verificação do Inkspired. Caso ainda não conheça, o Sistema de Verificação existe para verificar o cumprimento das Regras comunitárias e ajudar os leitores a encontrarem boas histórias no quesito ortografia e gramática; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores com relação a isso. A verificação não é necessária caso não tenha interesse em obtê-la, então, se você não quiser verificar sua história, pode ignorar esta mensagem. E se tiver interesse em verificar outra história sua, pode contratar o serviço através de Serviços de Autopublicação. Sua história foi colocada "Em revisão" pelos seguintes apontamentos retirados dela: 1)Pontuação: "No ano de 1995 a família" em vez de "No ano de 1995, a família"; "e por último, Karin" em vez de "e por último Karin" ou "por último" pode ficar entre vírgulas. Uso de vírgulas para unir frases que deveriam estar separadas por ponto, como em "iniciar seus estudos, Logan parecia a cidade perfeita" em vez de "iniciar seus estudos, Logan parecia a cidade perfeita" (analisar se há a necessidade da criação de um novo parágrafo neste ponto e em outros semelhantes). Falta de pontuação para separar vocativos de frases. 2)Acentuação: "dá" em vez de "da", como em "dá mídia" em vez de "da mídia". 3)Outros: "mudo" em vez de "mudou"; uso de "mesmo" no lugar de pronome pessoal; "os amava muito" em vez de "os amavam muito". Parágrafos longos e com mais de uma ideia central, aconselho que os separe em mais parágrafos. Observação: os apontamentos acima são apenas exemplos retirados de sua obra, há mais o que ser revisado. Aconselho que procure um beta reader; é sempre bom ter alguém para ler nosso trabalho e apontar o que acertamos e o que podemos melhorar, e os betas do Inkspired, quando contratados, fazem uma análise detalhada da sua história e a enviam através de um comentário. Caso se interesse, esse recurso também é disponibilizado pelo Inkspired através do Serviços de Autopublicação. Além disso, também temos o blog Tecendo Histórias, que dá dicas sobre construção narrativa e poética, e o blog Esquadrão da Revisão, que dá dicas de português. Confira! Bom... Basta responder esta mensagem quando tiver revisado a história, então farei uma nova verificação.
~

Hast Du Spaß beim Lesen?

Hey! Es gibt noch 2 Übrige Kapitel dieser Story.
Um weiterzulesen, registriere dich bitte oder logge dich ein. Gratis!