New writing contest available! #AParallelUniverse. Weiterlesen.
ageha_sakura Ageha Sakura

Jeongguk era um jovem amante das artes e música clássica, mas fazia alguns dias que ele parecia esta sonhando acordado. Sempre em sua visão e suas pinturas estava um belo tritão de cabelos azuis como o mar. Ele jamais imaginou que aquele belo tritão seria sua alma gêmea. [TaeKook • OneShot • Soulmates!au]


Fan-Fiction Bands/Sänger Nicht für Kinder unter 13 Jahren.

#bts #vkook #taekook #kookv #taehyung #taehyungtritão #jungkookpintor #junkook
3
3.9k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Único; O Oceano do seu olhar

Bom dia / Boa tarde / Boa noite


Sejam todos bem vindos a "Maresia"!


Espero que gostem desse presentinho que fiz em homenagem a minha fic Oceania.


Boa leitura 💞

_______________

A leve brisa soprava em seu rosto pálido e levava seus cabelos negros numa direção contrária.


Seus olhos negros contem uma imensidão inexplicável, capazes de hipnotizar qualquer um.


Seu sorriso meigo acompanhado de seus dentes avantajados o deixava com uma expressão infantil, invejada por muitos.


Jeongguk era apenas um garoto simples, apaixonado por arte e música clássica. Sempre amigável com todos, se doava em qualquer causa, estava sempre a disposição.


Suas mãos se apoiavam na varanda, impedindo-o de se aproximar o suficiente do mar, este que possuía ondas um pouco fortes que se aproximavam abruptamente.


As orbes negras fechavam enquanto apreciava a doce melodia orquestrada pelo mar junto ao vento, uma encantadora voz podia se ouvir ao longe em conjunto e este não sabia identificar de quem poderia ser.


Parecia que a voz desconhecida o sequestrava para um lugar completamente desconhecido, como um forte encantamento de alguma feiticeira.


Não sabia ao certo, mas seu coração palpitava em emoção em contraste com a grandeza da sua euforia.


– Jeongguk! Acorde!


O moreno havia saído de seu transe e se afastado da varanda para descobrir de quem era a voz, ao virar-se descobriu ser Jimin que parecia um pouco chateado.


– Jimin...


O ruivo o olhava sem entender o por que seu amigo estava tão distante, parecia ter viajado e apenas seu corpo estava intacto, prestes a cair e afundar no mar.


– O que esta acontecendo Gukie? Faz dias que você anda estranho, estou muito preocupado com você. – O baixinho se aproxima e toca no rosto do mesmo tentando verificar sua temperatura.


– Estou bem Minnie, não tem com o que se preocupar. – Sorrio docemente enquanto sua mão segurava a do ruivo, que apenas franzia sua testa e voltando com seu inquisitório.


– Não esta nada bem! Faz dias que você fica nessa varanda, fazendo esse mesmo ritual ou sei lá o que e depois começa a pintar quadros em tons fortes de azul, sempre contendo um rapaz de cabelos azulados e calda da mesma cor. – Parou tentando recuperar seu fôlego e prosseguiu com sua sentença – Eu sei muito bem que nada disso é normal, por isso me responda com clareza... quem é esse rapaz? Você esta apaixonado? Ou tudo é apenas um sonho que não consegue esquecer?


O moreno ficou paralisado.


Não sabia o que dizer, pois nem ele mesmo conhecia a resposta.


Era certo que acontecia tudo o que o mesmo havia dito, mas ele não tinha uma explicação.


Simplesmente acontecia. Era como se não tivesse controle de seu próprio corpo, se sentia flutuando todas as vezes que fazia cada uma das situações descritas por Jimin.


Ele deveria esta mesmo enfeitiçado e podia agradecer aos céus pelo seu encantador possuir uma esplêndida beleza.


– Minnie se um dia eu descobrir essa resposta prometo te contar com clareza, mas agora eu só posso lhe dizer que estou encantado. Acredito que logo esse mistério serião desvendado. – Acariciou os fios ruivos e viu a expressão do mesmo suavizar, logo se afastou e adentrou novamente seu ateliê.


Por onde olhasse tudo estava azul.


Haviam pinturas de embarcações antigas, ondas gigantes, peixes e águas-vivas. Só que de todas aquelas pinturas a mais sedutora era as que continha um tritão.


Um belo tritão com par de olhos que mais se assemelhavam a uma aquamarine*, cabelos azulados que pareciam conter uma maciez inexistente acompanhado de uma calda no mesmo tom, bela como se estivesse ornamentada com pedras preciosas.


Ele parecia como um príncipe de conto de fadas, deveria ser a reencarnação mais bela de Poseidon, o doce encanto que morava nos mais profundos mares.


Jeongguk gostaria de encontrar aquele tão belo ser, declarar todo amor que tinha guardado dentro de seu peito, mas tudo parecia ser apenas uma loucura.


– Fico impressionado... suas pinturas parecem ganhar vida, me sinto dentro do mar todas as vezes que venho aqui. – Colocou uma mão no queixo avaliando cada uma e parando seu olhar no ser que havia se tornado o vício do Jeon.


– Será que ele existe Jimin? Me pergunto se tudo não passa apenas de um sonho como você me perguntou... se for um sonho eu não quero acordar. – Soltou um fraco suspiro enquanto sua destra acariciava a obra de arte.


– Hoje vai haver uma festa num enorme navio, vá ate lá e quem sabe você não encontra o seu príncipe tritão encantado. – Soltou uma piscadela e saiu do lugar se despedindo apenas com um simples aceno.


Seu coração disparou na possibilidade, então correu para tomar um banho refrescante e sem pressa.


Se deixou submergir na água da banheira enquanto desejava sonhar com aquele homem.


Depois de uma hora o mesmo já estava pronto, mas seu coração se encontrava deveras inquieto. A ansiedade era tanta que não conseguia evitar o suor em suas mãos.


Voltou ao ateliê se deparando com as mesmas pinturas, deixando que a brisa de fora o fizesse sentir aquela mesma sensação de viajem. Pedia forças as ninfas ou qualquer entidade marítima para prosseguir e finalmente encontrar seu amado.


Fechou a janela, trancou a porta do local e em seguida a da casa, tratou se caminhar sem pressa enquanto repetia um mantra internamente.


Passos e mais passos, parecia que nunca se aproximava ate finalmente esta cara a cara com a enorme embarcação.


Engoliu em seco e subiu no navio, logo indo para a proa e vislumbrando o anoitecer chegar.


O sol coloria o céu em várias cores, beijava o mar como se fossem amantes de longa data e enfim sumiu deixando a lua reinar junto ao crepúsculo.


O oceano era vasto e brilhava intensamente graças as luzes das estrelas e as do navio.


A embarcação havia finalmente desancorado e seguido viajem.


O coração do moreno parecia que iria explodir tamanha a sua emoção.


Ele continuava a olhar para o mar, sentindo o doce aroma da maresia. Parecia encantado com cada mínimo detalhe.


O tempo ia passando, muita música e comida estavam a mostra para qualquer um.


Mas o Jeon não se importava, apenas queria encontrar logo a causa da sua euforia e se jogar nos braços daquele que tanto amava.


Esperou tanto que mais parecia uma eternidade, estava prestes a desistir e se convencido que era apenas uma invenção da sua mente.


Pronto para dar as costas um borbulhar foi ouvido e no mesmo instante o mesmo se virou para vislumbrar o que era.


Uma luz forte brilhava no mar ate um ser formoso com beleza inigualável imergir e encarar o moreno.


Jeongguk podia ver com clareza que era o mesmo homem que enfeitava seus quadros, a mais bela obra de arte que o mundo podia oferecer.


A ele amorenada do tritão fazia um belo contraste com os cabelos azuis, no peito um colar de concha da mesma cor brilhava intensamente.


A destra do mesmo foi direcionada ate ele, o chamando para vir em sua direção e ele atordoado apenas saiu em disparada buscando o andar mais baixo.


Adentrou o elevador e esperou alguns minutos que se assemelhavam a horas.


Seu coração martelava com força, seu peito estava próximo de arrebentar tamanha a intensidade de cada batida.


Finalmente o elevador chegou no andar mais próximo da beldade e sem demora correu o mais rápido que podia.


Enfrentou um corredor parecido com um mini labirinto, mas logo encontrou a saída para um pequeno espaço parecido com um deque.


Se aproximou a passos temerosos ate chegar e por suas mãos ali, vendo com clareza o belo tritão que sorria para si.


– Finalmente humano, estava me cansando de tanto esperar por você. – A voz rouca e grave o fez tremer, se sentia fragilizado em somente esta cara a cara com ele.


– Q-Quem é você? – Perguntou um pouco inseguro enquanto controlava a imensa vontade de afundar sua destra nos fios úmidos.


– Eu sou TaeHyung, sua alma gêmea. Estamos destinados desde o nascer, já nos encontramos outras vezes só que você não possui lembrança. – Aproximou seu rosto do mesmo e encarou as orbes negras.


Almas gêmeas...


Parecia ate algo impossível, inimaginável e inacreditável.


Tudo deveria ser mesmo um sonho, uma alucinação, nada disso poderia ser real.


Levou sua destra ao rosto moreno e ali acariciou a pele amorenada, o mesmo inclinou seu rosto enquanto não quebrava o contato visual.


Parecia que as duas imensidões abrigavam o desconhecido mais conhecido por eles.


TaeHyung possuía olhos azuis que guardavam a grandeza e beleza do oceano.


Jeongguk possuía olhos castanhos escuros que mais pareciam negros, escuros como um vasto e inexplorado universo.


Eram verdadeiras metades, peças que se encaixavam perfeitamente num quebra-cabeça.


– Se você é minha alma gêmea porque não tenho lembrança de ti?


– Porque quando era criança você caiu no mar e acabou perdendo um pouco de memória. – Levou suas mãos a nuca do mesmo e aproximou os rostos, encostando as testas e prolongando a troca mágica de olhares.


Era o verdadeiro encontro entre o céu e o mar.


– Eu amo você Jeongguk, meu belo humano. – Um sorriso retangular foi mostrado ao outro que apenas sorriu timidamente para ele.


– Eu... eu amo você TaeHyung, meu belo tritão. – Não resistiu mais aos encantos do outro a sua frente e juntou os seus lábios aos dele.


Um simples encostar de lábios que parecia emitir choque nos dois corpos.


A diferença de temperatura era grande, mas nada parecia impedir o contato entre ambos. O beijo ia se intensificando aos poucos, as línguas se acariciavam e as mãos faziam o mesmo trabalho apertando carinhosamente o corpo um do outro.


TaeHyung puxou alguns fios da nuca do Jeon que apertou a pele desnuda do moreno.


Afastaram as bocas lentamente, permaneceram com os olhos fechados enquanto sentiam uma queimação no peito e ao abrirem puderam ver luzes violetas emanando no local.


Jeongguk se afastou de TaeHyung para abrir a blusa e pode observar um desenho em seu peito, parecia com uma onda marítima.
TaeHyung fez o mesmo e pode encontrar o mesmo desenho.


Ambos se olharam e sorriram, se abraçaram e pareciam não quererem se soltar mais.


– Acho que quero ir pra casa. – O Jeon olhou para TaeHyung e esperou a resposta do mesmo, este que apenas sorriu e se afastou deixando seu corpo quase submergido pela a água.


– Vamos, eu levo você ate lá.


– Você é louco. – Soltou uma risada ao frisar a última palavra.


– Os loucos são os melhores. – Frisou a palavra e deixou que seu sorriso presunçoso aparecesse.


– São loucos como você que me fazem apaixonar cada vez mais. – Passou uma perna pela grade e depois a outra. Fitou mais uma vez o ser a sua frente de braços abertos para recebê-lo e enfim pulou com um doce e meigo sorriso em seus lábios cor de pêssego.


Caiu nos braços do seu amor. Abraçou com força o ser que mais parecia ser seu mundo inteiro. Fitou as orbes azuis mais uma vez e novamente selou seus lábios nos dele.


O beijo doce e repleto de sentimentos, algo encantador que esquentava os dois corações apaixonados.


Eram destinados, estavam juntos e permaneceriam assim por toda a eternidade.


Selaram uma promessa que garatiriam levar por toda a vida.


E ali, naquele imenso mar iluminado pelo brilho dos astros que resplandeciam no mais vasto universo, duas almas destinadas a se amarem cumpriam sua missão e aproveitavam cada milésimo de segundo, deixando assim aquele doce e infantil o amor florescer.


Era o verdadeiro encontro do céu com o mar, a mais bela paixão que enfrentava as diferenças para lutarem por um promissora união.


Eram as verdadeiras almas gêmeas contadas pela antiga profecia.


* Notas *


Espero que tenham gostado ^•^


*Aquamarine: água marinha é uma joia belíssima, suas cores variam entre azul claro e verde claro.


Fiz essa OneShot graças a uma amiga que me marcou no twitter onde tinha essa coletânea de desenhos que me motivou a escrever.


Algumas fics taekook minhas pra vocês que tiverem interesse:


Oceania: https://my.w.tt/K5JsSAHcNT


La Musique Change un Homme:
https://my.w.tt/h0GBVYGcNT

Twitter: @stephy_lilian

CuriousCat:
https://curiouscat.me/stephy_lilian


Nos vemos numa próxima história 💞

9. Juni 2019 14:37:59 0 Bericht Einbetten 2
Das Ende

Über den Autor

Ageha Sakura >> why do you still wishing to fly? >> taekook is a cute world sope ; bwoo ; kaisoo ; markson ; hyudawn twitter: @stephy_lilian [Ficwriter]

Kommentiere etwas

Post!
Bisher keine Kommentare. Sei der Erste, der etwas sagt!
~