rav Raven Black

Eu era apenas uma garota sem graça, de cabelos ressecados e unhas ruídas; que queria ser uma romancista e viver em Júpiter. Não era nada, não era ninguém de seu interesse. Apenas uma garota, que está sentada no fundo da sala enquanto você, ganha o mundo ao seu redor.


LGBT+ Alles öffentlich. © Todos os direitos reservados

#romance #Drama #Homossexualidade #Yuri #Original
Kurzgeschichte
2
7.0k ABRUFE
Abgeschlossen
Lesezeit
AA Teilen

Capítulo Único

“Filho, o medo é o coração do amor”

I Will follow you into the dark - Death Cab For Cutie 


Ela tinha cheiro de jasmim mesclado com flores silvestres. Sua voz era calma e doce, me tranquilizava em noites de pura tristeza. Às vezes colava minha orelha na parede, por morar ao lado e por causa das paredes mal feitas de grossura de apenas três dedos, podia ouvi-la cantar um Blues qualquer.


Acordava mais cedo e me arrumava tão rápido quando um raio, só para vê-la saindo com o uniforme brega do nosso colégio. E quando chegava ao lugar que “prendia” minha alma por quatro horas seguidas, sentia toda a raiva e ciúmes me consumir por inteiro ao vê-la beijando um garoto tão desalmado e infiel, que a fazia chorar por suas aventuras em lábios alheios aos seus.


Mas o que podia fazer para ganhar sua atenção?


Eu era apenas uma garota sem graça, de cabelos ressecados e unhas ruídas; que queria ser uma romancista e viver em Júpiter. Não era nada, não era ninguém de seu interesse. Apenas uma garota, que está sentada no fundo da sala enquanto você, ganha o mundo ao seu redor.


Às vezes me vejo fantasiando os seus dedos nos meus cabelos, da sua voz doce me contando lindas histórias, enquanto estamos deitadas em um colchão qualquer, sendo banhadas pela luz do luar. Posso ver as estrelas em seus olhos e viajar milhas e milhas com em seu olhar. Mas então eu acordo e percebo o quanto ridícula estava sendo.


Eu sempre serei um fantasma para você. Mas não se preocupe, continuarei te amando mesmo assim, mesmo que você nunca perceba. Porque é isso que os fantasmas fazem. Vivem nos cantos e são invisíveis para todos... Ah... Como que queria que você fosse uma Médium, só para que assim, você pudesse me ver...


E o que me resta é escrever nessa folha sem graça, do meu caderno sem graça, enquanto escuto você chorar novamente por ele através dessa parede fina e apática. Rezando para que um dia você possa finalmente me perceber, me amar como eu te amo.


Pois é, eu acredito em milagres.


Acredito no amor, mesmo que não devesse...


*

Nota do autor(a): One-shot também postada no Spirit.

Espero que tenham gostado <3

7. März 2018 01:46:29 1 Bericht Einbetten 4
Das Ende

Über den Autor

Raven Black Sou apenas um ser qualquer, que escreve algumas coisinhas dramáticas de vez em quando, enquanto tem umas crises existenciais e come marshmallow, ninguém muito especial e por menos, que tem animo de falar de si mesmo.

Kommentiere etwas

Post!
~